Tempo
|
A+ / A-

Veja o número de casos de Covid-19 por cada concelho em Portugal

19 abr, 2020 - 12:53 • Sofia Freitas Moreira

Os dados da Direção-Geral da Saúde revelam apenas 85% dos casos notificados, por falta de "informação fidedigna". Este domingo, não se registam novas entradas na lista dos concelhos afetados.

A+ / A-

Dados divulgados este domingo, no boletim epidemiológico diário da Direção-Geral da Saúde (DGS), revelam que há 213 concelhos portugueses com, pelo menos, três casos confirmados de Covid-19.

Não há novas localidades adicionadas à lista da DGS.

O concelho de Vila nova de Gaia foi o que sofreu o maior aumento de casos nas últimas 24 horas, ao somar mais 30 novas infeções. Seguem-se o Porto, com 19 novos infetados e Braga, com 17 novos casos confirmados.

O Porto continua a ocupar o topo da tabela com um total de 1059 casos confirmados de infeção pela Covid-19. Seguem-se os concelhos de Lisboa (1038), Vila Nova de Gaia (1035) e Matosinhos (875)

Sabendo que a contabilização não será relativa ao total dos casos – nem acompanhará em simultâneo os dados reportados pelas autarquias - a DGS optou por disponibilizar apenas dados do SINAVE, sistema nacional de vigilância epidemiológica.

Portugal regista 714 óbitos (mais 27 em 24 horas) e 20.206 infetados (mais 521), segundo o relatório diário da Direção-Geral de Saúde deste domingo.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (409), seguida pelo Centro (164), pela região de Lisboa e Vale Tejo (126), do Algarve (10) e dos Açores (5), adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24h00 de sábado.

O boletim epidemiológico revela ainda que 4.959 pessoas aguardam o resultados das análises laboratoriais e 27.947 estão sob vigilância das autoridades.

O número de pessoas internadas desceu de 1.253 para 1.243 e o número de pacientes em unidades de cuidados intensivos mantém-se nos 224.

Já o número de casos recuperados mantém-se nos 610.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.