Tempo
|
A+ / A-

​Veja no site da Renascença

Andrea Bocelli dá concerto gratuito no domingo de Páscoa na Catedral de Milão

08 abr, 2020 - 14:35 • Maria João Costa

Músico italiano vai cantar, a pedido da cidade de Milão, num concerto a solo que será transmitido exclusivamente pela internet e que pode ver também no site da Renascença. “Acredito na força de oração em conjunto; acredito na Páscoa cristã, um símbolo universal de renascimento”, diz Bocelli.

A+ / A-

Veja também:


“Sì”, um simples sim. Foi assim que o tenor italiano Andrea Bocelli respondeu ao pedido da cidade de Milão para um concerto a solo que terá como cenário a histórica Catedral de Milão. O desafio chegou-lhe através de um convite de uma das cidades mais afetadas pelo novo coronavírus e acontece “graças à hospitalidade do arquissacerdote de Milão e da Veneranda Fabbrica del Duomo” (a Catedral de Milão).

Em comunicado, a editora Universal indica que o concerto terá lugar este domingo de Páscoa, dia 12 de abril. Nas palavras de Andrea Bocelli, esta é uma data carregada de simbolismo, um “dia em que celebramos a confiança numa vida que triunfa”.

“Honrado e feliz” por responder ao convite, o tenor não terá público presente, mas a janela da internet fará ecoar as palmas virtuais. “O concerto será transmitido ao vivo, globalmente, no canal do tenor no YouTube, a partir das 18h00”, explica a editora discográfica, e também no site da Renascença.

“Neste período sombrio que atingiu toda a Itália”, como lhe chama Andrea Bocelli, este concerto irá representar “uma mensagem de amor, cura e esperança para a Itália e para o mundo”, diz o comunicado.

No espetáculo, o tenor “será acompanhado apenas pelo organista da catedral, Emanuele Vianelli, tocando num dos maiores órgãos de tubos do mundo”, refere a Universal Music. Quanto ao reportório foi “cuidadosamente” escolhido para este domingo de Páscoa.

Selecionadas foram peças, “especialmente arranjadas para voz e órgão” para este concerto sem público presente. Incluídas estão obras de música sacra como “Ave Maria” de Bach/Gounod e “Sancta Maria” de Mascagni.

No comunicado é explicado que “a participação de Andrea Bocelli é totalmente pro-bono” e que “o evento é promovido pela cidade de Milão e pela Veneranda Fabbrica del Duomo, produzida pela Sugar Music e Universal Music Group, graças ao generoso apoio do YouTube”.

A braços com o cenário dramático da pandemia que tem dizimado Itália, o presidente da Câmara de Milão, Giuseppe Sala afirmou: "Estou feliz que o Andrea tenha aceite o nosso convite", disse acrescentou “Este ano, a Páscoa será muito diferente para todos nós. A serenidade alegre que normalmente caracteriza este dia foi bastante perturbada pela pandemia que estamos a enfrentar. Estou certo de que a voz extraordinária de Bocelli será o abraço que nos falta hoje em dia, um abraço forte e especial, capaz de aquecer o coração de Milão, de Itália e do mundo.”

Já o arquissacerdote da Catedral de Milão disse: “A voz e a palavra de Andrea Bocelli lembram-nos que a razão da nossa esperança não vem de nós, mas é uma dádiva que vem de Deus. É isso que significa promover, a partir da nossa Duomo - o lar do povo de Milão - e através da voz de Bocelli, a confiança de que o Espírito do Cristo Ressuscitado nos ajudará a enfrentar os dias que nos foram concedidos no Reino d’Aquele que queria uma nova humanidade, unida e fraterna”, refere Monsenhor Gianantonio Borgonovo.

Também o tenor, mostrou-se confiante no poder desta ação. “Acredito na força de oração em conjunto; acredito na Páscoa cristã, um símbolo universal de renascimento que todos - sejam eles crentes ou não - realmente precisam agora.”

Andrea Bocelli considerou que “Graças à música, transmitida ao vivo, reunindo milhões de mãos entrelaçadas em todo o mundo, abraçaremos o coração pulsante desta Terra ferida”. O tenor acredita que “A generosa, corajosa e pró-ativa Milão e toda a Itália serão novamente e muito em breve um modelo vencedor”

A Fundação de Andrea Bocelli está atualmente envolvido numa campanha para reunir verbas para ajudar os hospitais a comprarem equipamentos de proteção para os profissionais de saúde, que estão na frente de batalha contra a Covid-19.

É possível doar fundos através da campanha GoFundMe ou entrando em contato com a Fundação Andrea Bocelli.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 80 mil.

Itália, que registou a primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, é o país mais afetado em número de mortes, com 17.127 óbitos em 135.586 casos. 24.392 pessoas foram consideradas curadas pelas autoridades italianas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+