Tempo
|
A+ / A-

Pacientes recuperados voltam a testar positivo ao coronavírus na Coreia do Sul

10 abr, 2020 - 16:23 • Redação com Reuters

Teorias multiplicam-se: pode ter sido uma reativação do vírus, uma recaída de 91 pacientes ou testes negativos defeituosos.

A+ / A-

Veja também:


O Centro de Controlo de Doenças (CCD) da Coreia do Sul revelou, esta sexta-feira, que 91 doentes que tinham sido dados como recuperados de Covid-19 voltaram a testar positivo ao novo coronavírus.

Em conferência de imprensa, o diretor do CCD, Jeong Eun-kyeong, referiu que o vírus pode ter sido "reativado", em vez de os pacientes terem voltado a ser infetados. Isto coloca em causa a teoria de que apanhar uma vez o novo coronavírus deixaria a pessoa imunizada e, consequentemente, resistente a uma eventual segunda vaga pandémica.

Quase 7.000 pessoas foram dadas como curadas de Covid-19, na Coreia do Sul. Contudo, o professor de infecciologia do Hospital Universitário de Guro Kim Woo-joo acredita que o número de doentes "reativados" irá aumentar. "Estes 91 são apenas o início", avisou o especialista, que acredita que os pacientes em causa tiveram uma "recaída".

Outros especialistas indicaram que o problema podia estar num possível defeito dos negativos que tinham dado os pacientes como curados.

Esta sexta-feira, a Coreia do Sul regista 27 novos casos confirmados de Covid-19, o que eleva o número total para 10.450. Morreram mais sete pessoas, para um total de 211 óbitos desde o início da pandemia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.