|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Coronavírus

Boris Johnson deixa os cuidados intensivos

09 abr, 2020 - 20:05 • Lusa

O primeiro-ministro britânico foi transferido para a enfermaria, segundo uma fonte do Governo.

A+ / A-

Veja também:


O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, saiu esta quinta-feira dos cuidados intensivos no hospital em Londres onde estava desde o início da semana, avança um porta-voz do Governo.

“O primeiro-ministro foi transferido esta noite dos cuidados intensivos para a enfermaria, onde vai ter um acompanhamento cuidadoso durante a fase inicial da sua recuperação. Ele está extremamente animado”, disse a mesma fonte.

Boris Johnson estava desde segunda-feira à noite nos cuidados intensivos do Hospital St. Thomas, em Londres, depois de ter sido internado no domingo "por precaução” para fazer testes por continuar com “sintomas persistentes ao fim de 10 dias”.

Numa atualização sobre o estado de saúde, o gabinete do primeiro-ministro afirmou que Boris Johnson continuava “a melhorar” e horas mais tarde o ministro dos Negócios Estrangeiros, Dominic Raab, designado para o substituir à frente do Governo, adiantou que Johnson estava a "dar passos positivos”.

Na atualização dos dados feita esta quinte-feira, o ministério da Saúde britânico indicou que foram registadas mais 881 mortes nas últimas 24 horas de pessoas infetadas, elevando para 7.978 o total de óbitos no Reino Unido durante a pandemia Covid-19, enquanto que o número de casos positivos subiu para 65.077.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.