|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Pandemia de Covid-19

WhatsApp limita partilha de mensagens para reduzir propagação de notícias falsas

07 abr, 2020 - 23:12 • Redação com Reuters

A partir de agora, mensagens de outros autores só podem ser reencaminhadas para uma pessoa ou grupo de cada vez. Medida ficará em vigor "por tempo indeterminado". Mais de 2 mil milhões de pessoas usam o WhatsApp.

A+ / A-

Veja também:


O WhatsApp vai impôr um novo limite no reencaminhamento de mensagens através da aplicação, especialmente durante a atual pandemia de Covid-19, anunciou esta terça-feira o Facebook, que detém a app, utilizada por mais de 2 mil milhões de pessoas a nível mundial.

A partir de agora, mensagens que chegam de outro autor só podem ser reencaminhadas para uma pessoa ou grupo de cada vez. A decisão foi tomada face à elevada quantidade de conselhos médicos falsos postos a circular entre os utilizadores do WhatsApp desde o início da pandemia. O objetivo é "limitar a divulgação de notícias e informações falsas".

Em comunicado divulgado no blogue oficial do WhatsApp, o Facebook refere ainda que está a trabalhar com “a Organização Mundial da Saúde (OMS) e com os Ministérios da Saúde de mais de 20 países para ajudar a levar informações confiáveis à população”.

No ano passado, foi imposto um limite ao encaminhamento de mensagens para conter a propagação de notícias falsas e o resultado foi uma queda de 25% na partilha de mensagens deste tipo.

Na altura, os utilizadores passaram a poder reencaminhar mensagens apenas para cinco pessoas ou grupos de cada vez, quando anteriormente o limite era de 20. A partir de então, a app também passou a marcar as mensagens que tenham sido reencaminhadas mais do que cinco vezes.

A experiência de impôr limites na partilha de mensagens começou em 2018, quando o WhatsApp começou a etiquetar as mensagens reencaminhadas com duas setas.

As novas medidas hoje anunciadas ficarão em vigor "por tempo indeterminado", é adiantado no comunicado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.