|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Explicador

Testes de imunidade ao coronavírus? Para quê?

06 abr, 2020 - 07:50 • Anabela Góis

Se 60% ou 70% dos portugueses tiverem anticorpos para a Covid-19 – dizem os especialistas – podemos começar a levantar as medidas de contenção com segurança.

A+ / A-

Veja também:


Os testes de imunidade são testes que permitem avaliar se a população de um país está imunizada contra uma determinada doença, neste caso, imune à Covid-19. Como o vírus SARS-CoV-2, responsável pela Covid-19, nem sempre dá sintomas podemos já ter estado em contacto com ele e, por isso, podemos até ter já anticorpos sem nos apercebermos.

Uma espécie de “reserva”, para o caso de sermos infetados, pelo mesmo vírus e, nesse caso, já temos uma resposta pronta. Estes testes permitem medir esses anticorpos de “reserva” e perceber quem está imune.

Os testes de imunidade já podem ser feitos?

O Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge admite que ainda pode ser cedo para já termos imunidade. Para já, tem em curso um projeto piloto para determinar quando podem começar o estudo para avaliar se a população portuguesa está ou não imunizada contra a Covid-19. O estudo está a ser feito em articulação com outros países da Europa

A Alemanha está mais adiantada e já começou a fazer os testes a 100 mil voluntários. Criou, inclusivamente, um atestado de imunidade que é entregue a quem provar que tem imunidade à Covid-19

Como são feitos os testes?

Normalmente é através de uma colheita de sangue e é isso que deve acontecer neste caso. Depois faz-se a análise e contam-se os anticorpos.

Quem é que seria elegível para fazer estes testes?

Primeiro os doentes que foram infetados e que estão dados como curados. Pelo menos, é essa a perspetiva do Dr. Carlos Neto Braga especialista em Imuno-alergologia com quem falámos.

Só assim se poderá perceber se podem regressar, de forma gradual, à sua vida normal. Depois, diz este especialista, “seria importante estender os testes a toda a população, para perceber quem está imune e quem não está, para decidir quem terá de cumprir ainda algumas medidas de isolamento, até haver uma vacina ou um tratamento eficaz.

Há capacidade para fazer estes testes em grande escala?

Essa é a grande questão. Porque não se sabe qual o preço a pagar por cada um dos testes. Tudo é muito novo no que respeita a este novo coronavírus. Mas os testes de imunidade aos outros vírus, normalmente, não são caros,

Certo é que só vale a pena avançar quando se estimar que uma elevada percentagem da população já ganhou a tão desejada imunidade. Se 60 ou 70% dos portugueses tiverem anticorpos para a Covid-19 – dizem os especialistas – podemos começar a levantar as medidas de contenção com segurança.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Gloria Costa
    25 mai, 2020 Ermesinde 19:17
    Eu em Dezembro 2019 fui para Andorra Espanha e estive lá com febre alta mas chegou o dia de vir embora e não fui ao médico quando cheguei a casa estava com muita febre e dores no corpo chamei o médico a casa é ele disse que eu tinha uma infeção pulmonar médico-me e se não melhorar tinha que ir ao hospital mas lá melhorei. Gostava de saber se foi algo relacionado com o covirius? Quero fazer um teste obrigadas