Um mês de coronavírus. O filme de um país em emergência

02 abr, 2020 - 17:52 • Inês Rocha , Joana Bourgard , Maria João Cunha , Rodrigo Machado

Tardou em chegar, mas rapidamente se estendeu a todo o país. Um mês depois, o coronavírus já infetou mais de nove mil pessoas e matou mais de 200 - números que cresceram a um ritmo mais baixo do que noutros países do sul da Europa, como Itália, Espanha ou França, mas mais alto do que nos melhores exemplos mundiais. As medidas de distanciamento social foram apertando de dia para dia, ao mesmo ritmo que cresceram as ondas de solidariedade. O pico da doença parece transformar-se num "planalto" mas as dificuldades financeiras de empresas e famílias não têm um fim à vista.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Reportagem
Eu Eleitor hyper

Eu, eleitor

Retratos do país que vota

Que país é este que vai às urnas? Até às eleições legislativas, a Renascença apresenta retratos de 18 eleitores dos círculos eleitorais de Portugal continental, olhando as características e dificuldades de cada distrito.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.