|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Cáritas de Lisboa apoia com 150 mil euros os mais desprotegidos

30 mar, 2020 - 14:29 • Ana Lisboa

Em tempo de pandemia, a Cáritas diocesana de Lisboa considera que a primeira urgência é manter em funcionamento as instituições que asseguram que não haja fome na capital.

A+ / A-

Veja também:


A Cáritas de Lisboa continua a ajudar várias instituições que, diz, "estão a fazer um trabalho absolutamente notável, excedendo-se para não abandonarem quem mais precisa, numa hora de particular aperto".

Nesse sentido, a organização católica entregou 40 mil euros à Comunidade Vida e Paz "para cobrir as necessidades de um mês de serviço", numa parceria com uma cadeia de supermercados. Esta instituição apoio cerca de 450 pessoas em situação de sem-abrigo.

Também doou 40 mil euros ao Banco Alimentar Contra a Fome que recebe alimentos para os distribuir por 380 Instituições Particulares de Solidariedade Social.

Outro beneficiário foi o ReFood que recebeu 25 mil euros, "para que possa continuar a assegurar apoio alimentar enquanto os restaurantes estão fechados". Recorde-se, que este movimento aproveita os desperdícios alimentares, distribuindo os excedentes em 46 mil refeições por mês, em todo o país.

A cinco paróquias do Patriarcado de Lisboa, "que habitualmente fornecem refeições a um total de 1.382 pessoas diariamente, houve um reforço de 41 mil 460 euros".

A Cáritas de Lisboa aproveita ainda dizer que "estamos solidários com todos os colaboradores e voluntários que se desmultiplicam na sua missão de fazer o bem, bem feito".

Na sua mensagem, este organismo reconhece estar "particularmente atento ao desenrolar da situação nos contornos de incerteza que conhecemos. Fá-lo, casando donativos com necessidades, procurando parcerias que potenciem o esforço de todos para que ninguém fique desamparado".

E acrescenta que tudo o que faz é "sobretudo com enorme esperança, pois vivemos da certeza que em todas as circunstâncias, até nas mais difíceis, se manifestam surpreendentemente o amor e a misericórdia de Deus".

E faz também "com imensa gratidão por todos aqueles que generosamente já estão a contribuir com donativos, quer em espécie, quer financeiros, para que a Cáritas possa estender a sua ajuda não só hoje, como nos próximos meses".

"Todos podemos ser úteis", garante, mesmo que estejamos em casa. E justifica, "estamos em isolamento, mas não fechados num egoísmo auto-referencial".

Deixa um apelo a todos os que puderem, no sentido de fazerem um donativo para que a Cáritas de Lisboa possa continuar a sua missão.

Esse donativo deve ser enviado para o NIB da Cáritas que é o seguinte: 0033.0000.5005.7111.7070.5

Mais informações podem ser encontradas em www.caritaslisboa.pt ou pelo telefone 925 401 408.

Evolução do coronavírus em Portugal

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.