|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Ovar. Criança de 14 anos morreu com Covid-19 no Hospital da Feira

29 mar, 2020 - 12:03 • Redação

De acordo com o JN; o rapaz, morador em Ovar, deu entrada de urgência no Hospital de São Sebastião, na Feira, no sábado, sem que tivesse sido sinalizado como infetado com Covid-19.

A+ / A-

Veja também:


Uma criança com 14 anos morreu, este domingo de manhã, no Hospital da Feira, pouco depois de ter sido confirmado que estava infetada com Covid-19.

O rapaz, morador em Ovar, deu entrada de urgência no Hospital de São Sebastião, na Feira, no sábado, sem que tivesse sido sinalizado como infetado com Covid-19. Apresentava sintomas graves compatíveis com a doença e foi encaminhado para a ala dedicada aos pacientes infetados com o novo coronavírus.

Apesar de o hospital da Feira não ter cuidados intensivos pediátricos, sendo os casos habitualmente encaminhados para o Santo António, no Porto, a equipa médica decidiu que o paciente corria mais riscos se fosse transferido. O rapaz sofria de psoríase, doença que pode debilitar o sistema imunitário, segundo fonte clínica ouvida pelo JN.

Realizado o teste à Covid-19, confirmou-se a infeção, mas a criança acabou por entrar em falência e morrer, ao início da manhã deste domingo.

O jovem era jogador de futsal no Centro Cultural e Recreativo de Macedo, em Ovar.

Em comunicado, o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, apresentou as suas condolências à família e amigos da vítima, sublinhando que "a família do futebol no distrito de Aveiro partilha a tristeza deste precoce desaparecimento".

Evolução do coronavírus em Portugal

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.