Tempo
|
A+ / A-

Itália

Morreu o primeiro bispo vítima de coronavírus

27 mar, 2020 - 14:37 • Filipe d'Avillez

O bispo italiano Angelo Moreschi era salesiano e estava em missão na Etiópia.

A+ / A-

Veja também:


Morreu na passada quarta-feira, em Itália, o primeiro bispo católico vítima de covid-19.

Angelo Moreschi tinha 67 anos e foi vigário apostólico de Gambella, na Etiópia, onde esteve em missão há quase 40 anos.

O bispo italiano era da ordem salesiana, que lamentou a sua morte dizendo que ao longo da sua missão “continuou a personificar o enfoque salesiano de ajudar as crianças, acompanhando-as com o seu espírito prático e forte zelo apostólico”.

A Conferência Episcopal Católica da Etiópia também lamentou a morte de Moreschi.

Problemas de saúde levaram o bispo a resignar ao seu cargo e a regressar a Itália para ser tratado. Tinha manifestado a vontade de regressar à Etiópia para viver os seus últimos anos, mas nos últimos dias contraiu covid-19, de que veio a morrer.

Itália é o país que tem sido mais duramente atingido pelo novo coronavírus e o que contabiliza mais mortes, embora recentemente tenha sido ultrapassado em número total de infetados confirmados pelos Estados Unidos.

Dezenas de padres já morreram do vírus.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+