|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Fernando Medina admite o fim do ano letivo antecipado devido ao coronavírus

26 mar, 2020 - 11:41 • Redação

Presidente da Câmara Municipal de Lisboa alerta, no entanto, para a forma de ingresso ao ensino superior no próximo ano letivo.

A+ / A-

Veja também:


Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, admite o fim do ano letivo antecipado e concorda com a solução apresentada por Marça Grilo, antigo ministro da Educação, que colocou a possibilidade dos alunos transitarem de ano sem notas definidas.

"O que o professor Marçal Grilo disse foi uma proposta razoável se vier a revelar-se necessário e tudo aponta que vamos por esse caminho", começa por dizer o autarca no seu espaço de opinião na Renascença.

Os casos mais complicados serão os alunos que completam o 12º ano e que ingressarão no próximo ano no ensino superior: "A questão mais sensível coloca-se nos alunos do 12º e a forma de finalização do ensino secundário e de ingresso no ensino superior. Relativamente aos restantes anos, parece-me o adequado", afirma.

Fernando Medina defende, por outro lado, que o Governo deve rever a medida que prevê a suspensão do apoio às famílias que ficam em casa com os filhos a partir de sexta-feira.

"Acho que tudo tem de ser reavaliado em função da situação que estamos a viver. Acho que a medida quando foi tomada, não foi previsto que fossemos chegar a esta situação, acho isso deverá ser reavaliado", explica.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.