|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Coronavírus

Corte dos salários na MLS ainda não é ponderado

26 mar, 2020 - 21:28 • João Paulo Ribeiro

A liga norte-americana está suspensa, devido à Covid-19. Pedro Santos, jogador português do Columbus Crew, está nos Estados Unidos, no Ohio, e não pensa voltar, por agora.

A+ / A-

Veja também:


Começa a ganhar força a tese de que a sobrevivência do futebol, pós-Covid-19, passará pela redução de ordenados. A paragem dos campeonatos e consequente quebra de receitas para os clubes leva a que várias federações e ligas estejam a equacionar o corte de salários e imposição de tetos salariais.

Nos Estados Unidos, no entanto, a realidade é diferente e Pedro Santos, futebolista português do Columbus Crew, esclarece à Renascença que o assunto ainda não foi falado, apesar da Major League Soccer (MLS) estar suspensa, devido à propagação do novo coronavírus.

"Para já não se falou nada. A MLS é a única competição norte-americana que é paga mensalmente, ao contrário de outras onde os clubes pagam aos atletas a cada jogo. Com eles podem existir problemas, porque se não jogam não recebem. Nós, por agora, não temos essa preocupação", refere.

Pedro Santos está em Columbus, capital do estado do Ohio, e, apesar dos números alarmantes nos EUA - já é o país com mais casos confirmados de Covid-19 -, não pensa em regressar a Portugal, no imediato.

"Depois de ter falado com a minha mulher, decidimos não arriscar fazer a viagem. Teríamos de fazer dois voos, andar em dois aeroportos, fazer escalas, etc. Penso que estamos melhor aqui. Só saímos de casa para o que é essencial", conta.

Após a paragem serão necessárias duas semanas para recuperar a forma

O ex-jogador de Braga ou Rio Ave, de 31 anos, alerta para outros problemas derivados da paragem devido à pandemia do coronavírus. Pedro Santos considera que é preciso dar tempo para os jogadores voltarem à forma, sobretudo em Portugal.

"Aqui o campeonato começou há pouco tempo, tinhamos feito a pré-época e penso que duas semanas serão suficientes para voltarmos a estar em condições. Em Portugal, talvez seja mais complicado porque a temporada estava a entrar na parte final. Em termos de condição fisica é diferente. Percebo que os clubes e os atletas estão a esforçar-se mas vão sempre precisar de duas, três semanas para atingir uma boa condição fisica", adianta.

Pedro Santos cumpre a quarta temporada na MLS, sempre no Columbus Crew. A época passada foi um dos jogadores em destaque na equipa, com 11 golos, em 35 jogos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.