|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

​José Manuel Constantino: “Adiar os Jogos Olímpicos foi a decisão mais sensata”

24 mar, 2020 - 18:15

O surto pandémico da Covid-19 levou o Comité Olímpico Internacional a adiar os Jogos de Tóquio para 2021. Sem data ainda prevista, o que na opinião do presidente do Comité Olímpico de Portugal mostra ponderação.

A+ / A-

José Manuel Constantino considera que o Comité Olímpico Internacional (COI) tomou a "decisão mais sensata" ao adiar os Jogos de Tóquio para 2021. O presidente do Comité Olímpico de Portugal já tinha alertado para as consequências devastadoras que uma decisão tardia poderia causar e acrescenta que este anúncio "introduz um fator de tranquilidade num contexto que era de enorme expectativa, tensão e receio".

"Confesso que no meio desta confusão toda surpreendeu-me a rapidez da decisão, mas felicito por ter sido tão célere o anúncio dessa decisão", observa, em entrevista à Renascença. O COI acabou de ir ao encontro da pretensão de vários comités nacionais, nomeadamente o português.

José Manuel Constantino destaca, ainda, que o conteúdo da decisão, ao não existir uma nova determinada, também mostra que "existe mais ponderação". O COI pretende realizar os Jogos no Japão até ao verão do próximo ano, mantendo a denominação de Tóquio 2020

O presidente do COP aguarda agora por indicações sobre o no quadro a definir para dar oportunidade aos atletas que ainda lutam pelo apuramento para os jogos. Aqueles que já estão apurados "irão prolongar a sua preparação por mais um ano".

"Para os atletas que estão numa fase de preparação mais avançada, que estavam já apurados e que tinham o pico de forma previsto para julho, há uma perda. Aqueles que ainda não estavam apurados, pode haver um ganho, porque podem continuar a sua preparação. Mas ainda é cedo para fazer um balanço final”, contabiliza.

O COI anunciou, ao início da tarde desta terça-feira o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em virtude do surto pandémico da Covid-19.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.