|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Autarca de Viana do Castelo reporta casos de incumprimento de quarentena

22 mar, 2020 - 14:16 • Redação com Lusa

O ex-ciclista Rui Sousa, presidente da União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro, defende está "indignado e chocado" com o comportamento "irresponsável" de alguns emigrantes.

A+ / A-

O presidente da União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro, em Viana do Castelo, revela estar a reportar à GNR "todos" os casos de "conterrâneos" que regressaram do estrangeiro e que não estão a cumprir o isolamento profilático.

"Todos os movimentos que eu detetar e que violem as determinações das autoridades de saúde, reportarei à GNR para que sejam aplicadas as sanções previstas no estado de emergência. Ponto final. Seja quem for", afirmou Rui Sousa à Lusa, este domingo.

O ex-ciclista manifestou-se "indignado e chocado" com o comportamento "irresponsável" de "alguns" emigrantes que começaram a chegar, na semana passada, à terra natal.

"Na sexta-feira, reportei o primeiro caso ao posto da GNR. Hoje [este domingo], reportei outro caso e reportarei todos os casos de incumprimento que detetar. Tenho a população residente assustada. Afinal está a acatar as determinações das autoridades de saúde e olha para o lado, e o vizinho atua como se nada se passasse, colocando em risco a própria vida e a dos outros", desabafou.

Castigo "severo" para quem quebre as regras


Na sexta-feira, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte determinou isolamento profilático para todos os cidadãos que regressem do estrangeiro, independentemente da nacionalidade e país de origem, para a contenção do risco de contágio da Covid-19.

Para Rui Sousa, "todos os casos de desrespeito das regras em vigor deviam ser severamente punidos".

"Se for preciso que se apliquem coimas ou outras sanções que estão previstas na situação em que o país se encontra. As pessoas tem de ter a consciência que podem estar a colocar a sua vida em risco e a vida dos outros", apontou.

Desde o início do surto do novo coronavírus que o ex-ciclista está a fazer "voltas" duas vezes por dia, pela União de Freguesias, percorrendo "mais cinco quilómetros por caminhos diferentes para perceber como estão a ser acatadas as determinações das autoridades de saúde".

"Vou alertando as pessoas que andam nas ruas, lembrando o perigo que estão a correr e tentando fazer papel de passar a informação. A população tem acatado mas, nos últimos dias, tenho recebido inúmeros telefones de pessoas muito assustadas com os vizinhos emigrantes que estão a regressar e que não estão a cumprir a quarentena", especificou.

Elogios ao trabalho da GNR de Barroselas


Rui Sousa destacou, ainda, a atuação "extraordinária" dos militares da GNR do posto de Barroselas, que têm acorrido a todos os casos reportados:

"A GNR tem feito um trabalho de muita proximidade, de sensibilização. É urgente que as pessoas façam o que lhes compete. Cumprir o que está determinado."

Portugal tem 14 mortes associadas ao vírus da covid-19 confirmadas, mais duas do que no sábado, e 1.600 pessoas infetadas, segundo o boletim de hoje da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.