|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Liga e Sindicato de Jogadores criam comissão de acompanhamento do coronavírus

21 mar, 2020 - 10:13 • Redação

Em comunicado conjunto, os dois organismo explicam que o objetivo é, "em consonância", "monitorizar situação e criar consenso para a resolução" da época 2019/20.

A+ / A-

Veja também:


A Liga Portugal e o Sindicato de Jogadores anunciaram, este sábado, que vão constituir uma Comissão de Acompanhamento do novo coronavírus, com o objetivo de "monitorizar situação e criar consenso para a resolução" da época 2019/20.

"A pandemia da Covid-19 tem causado inúmeros constrangimentos e estes são momentos conturbados para todos. Esta Comissão de Acompanhamento terá oportunidade de discutir, analisar e tentar encontrar soluções para eventuais problemas que possam surgir no futebol profissional português, dentro do espírito de responsabilidade e colaboração que este momento exige", pode ler-se, em comunicado conjunto dos dois organismos.

Esta decisão surge dois dias depois de o presidente do Sindicato dos Jogadores, Joaquim Evangelista, ter revelado, com indignação, em declarações à Renascença, que ninguém da Liga tinha falado com ele a propósito da crise provocada pela Covid-19.

Os campeonatos estão suspensos, devido ao surto da Covid-19, e a UEFA, além de ter adiado o Euro 2020 por um ano e de ter encurtado a Liga dos Campeões e a Liga Europa, determinou o alargamento da temporada para 30 de junho. A incerteza relativamente ao tempo que será necessário para repor a normalidade leva alguns especialistas a considerar que não será possível fechar a época até 30 de junho, como é o caso do antigo presidente da Federação, João Rodrigues.

Caso não seja possível fechar a temporada a 30 de junho, há outra questão a ser levantada que tem a ver com os contratos dos jogadores. Há atletas que terminam contrato a 30 de junho, alguns até já têm acordo com outros clubes. Em entrevista à Renascença, o especialista em Direito Desportivo, Lúcio Correia, explicou que é necessário um entendimento entre todos - jogadores, clubes e entidade organizadora -, porque não há nada que impeça que um jogador que termina contrato abandone o clube no dia 1 de julho.

Liga e Sindicato explicam que a Comissão de Acompanhamento servirá "para monitorização da atual situação", assim como para que os dois organismos, "em consonância e sempre em sintonia" com a European Leagues e a FIFPRO, "consigam criar condições para a resolução" da presente temporada.

Os campeonatos profissionais estão suspensos, até ordem em contrário, devido à pandemia do novo coronavírus, que em Portugal já infetou 1.020 pessoas e fez seis mortos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.