|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Dybala, companheiro de Ronaldo na Juventus, tem coronavírus

21 mar, 2020 - 18:55 • Sílvio Vieira

É o terceiro jogador da Juventus que testa positivo à Covid-19, depois de Rugani e Matuidi. Ronaldo está em isolamento na Madeira.

A+ / A-

Paulo Dybala e a namorada, a atriz Oriana Sabatini, estão infetados com o novo coronavírus. Foi o jogador argentino da Juventus que informou o mundo, através das redes sociais.

Dybala e Oriana estão assintomáticos. "Queria comunicar-vos que acabamos de receber o teste da Covid-19 e, tanto eu como a Oriana, demos positivo. Felizmente, estamos muito bem", escreveu o jogador, numa mensagem em que agradece as mensagens que lhe têm chegado.

Dybala é o terceiro jogador da Juventus, clube de Cristiano Ronaldo, a testar positivo, depois de Rugani e Matuidi. Os exames realizados pelo internacional português deram negativo para Covid-19. Ronaldo está em isolamento na ilha da Madeira.

A Itália confirmou, este sábado, que registou mais 793 mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas, um número recorde que faz subir para 4.825 o total de óbitos registados num mês pelo novo coronavírus, indicam dados da proteção civil italiana. As autoridades italianas anunciaram mais 6.557 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus, o que representa mais um número recorde de infetados.

Dados do novo coronavírus na Europa

Em Portugal, a pandemia de coronavírus já provocou 12 mortos, anunciou hoje a Direção-Geral de Saúde (DGS), registando-se este sábado 1.280 casos positivos de infeção.

Em conferência de imprensa, a ministra da Saúde anunciou também hoje que o pico da epidemia a nível nacional deverá ter lugar "por volta do dia 14 de abril".

Evolução do novo coronavírus em Portugal

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.