|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Notícia Renascença

PSP e GNR registam primeiros casos de infeção por coronavírus

19 mar, 2020 - 20:53 • Celso Paiva Sol

GNR tem dois casos confirmados no seu dispositivo, ambos no Grande Porto. Caso da PSP foi registado na Divisão de Sintra.

A+ / A-

Veja mais:


A Polícia de Segurança Pública (PSP) registou esta sexta-feira o seu primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus dentro da força de segurança. Ao que a Renascença apurou, o caso já foi validado e diz respeito a um elemento da Divisão de Sintra, do sexo masculino.

A Autoridade de Saúde está neste momento a avaliar a situação, para determinar que medidas devem ser adotadas de imediato.

A hipótese está prevista no Plano de Contingência da PSP e pode passar, no limite, pelo encerramento total dos locais de trabalho – por exemplo, uma esquadra.

Ao final desta quinta-feira, a Renascença apurou que também a Guarda Nacional Republicana (GNR) tem confirmados os primeiros dois casos de infeção pelo novo coronavírus no seu dispositivo, ambos no Grande Porto.

Um dos casos já foi validado há alguns dias, sendo que o militar em causa está a recuperar em casa. O segundo caso é mais recente -- foi confirmado hoje -- e envolve um elemento do grupo de intervenção de ordem pública do Porto, que está internado num dos hospitais da cidade.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou mais de 235 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.800 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 86.600 recuperaram da doença.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 785, mais 143 do que na quarta-feira.

O número de mortos no país subiu para quatro, com anúncio da morte de uma octogenária em Ovar, feito pelo presidente da Câmara local, horas depois de a DGS ter confirmado a existência de três vítimas mortais até às 24:00 de quarta-feira em Portugal.

Dos casos confirmados, 696 estão a recuperar em casa e 89 estão internados, 20 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

Portugal encontra-se em estado de emergência desde esta madrugada, depois de a Assembleia da República ter aprovado na quarta-feira o decreto que lhe foi submetido pelo Presidente da República, com o objetivo de combater a pandemia de Covid-19, após a proposta ter recebido pareceres favoráveis do Conselho de Estado e do Governo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.