|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Pfizer e BioNTech unem esforços para desenvolver vacina contra o novo coronavírus

17 mar, 2020 - 06:50 • Sofia Freitas Moreira com agências

Há mais de 182 mil casos confirmados de infeção por todo o mundo e um total de 7.174 mortos. Portugal tem 331 casos confirmados e uma primeira morte registada na segunda-feira.

A+ / A-

A empresa americana Pfizer e a alemã BioNTech anunciaram, esta terça-feira, que têm intenções de começar a desenvolver uma potencial vacina para prevenção da infeção pela Covid-19.

Em comunicado oficial, as empresas informam que os procedimentos legais estão cumpridos e tudo estará pronto para os trabalhos começarem.

O principal objetivo da colaboração é acelerar o avanço já existente da BioNTech, que tem em desenvolvimento a potencial vacina BNT162, que, supostamente, passará a ser testada clinicamente em abril deste ano.

A Pfizer Inc. é uma empresa farmacêutica multinacional, sediada em Nova Iorque, nos Estados Unidos, e a BioNTech é uma empresa com sede na Alemanha, especialmente focada no desenvolvimento de imunoterapias para doentes com cancro.

“Estamos orgulhosos de que a nossa relação duradoura e de sucesso com a BioNTech reforce as nossas empresas, mobilizando os recursos coletivos, com uma rapidez extraordinária, para tentarmos combater este desafio global”, disse Mikael Dolsten, um dos responsáveis da Pfizer.

Para Ugur Sahin, cofundador e chefe-executivo da BioNTech, a situação é uma pandemia global que requer um esforço global. “Ao unirmos forças com o nosso parceiro Pfizer acreditamos que conseguimos acelerar o nosso esforço de levar uma vacina contra a Covid-19 às pessoas por todo o mundo”.

No dia 13 de março, a Pfizer lançou um plano com cinco metas, apelando à colaboração da BioNTech para o desenvolvimento de uma potencial vacina de combate ao surto viral da Covid-19.

Até ao momento, existem mais de 182 mil casos confirmados de infeção por todo o mundo e um total de 7.174 mortos. Portugal tem 331 casos confirmados e uma primeira morte registada na segunda-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.