Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus. Diocese de Bergamo perde sete padres numa semana

16 mar, 2020 - 12:21 • Aura Miguel

“Nós não estamos separados da nossa comunidade nem na passagem da morte", diz o bispo de Bergamo.

A+ / A-

A diocese de Bergamo, a nordeste de Milão, perdeu sete padres numa semana.

O bispo de Bergamo, monsenhor Francesco Beschi, lamenta "o número de padres que morreram nesta semana e o número ainda elevado de pessoas que estão numa situação particularmente séria".

Entrevistado pela rede InBlu Radio, ligada ao episcopado italiano, num programa sobre a emergência do coronavírus, o bispo mostrou-se também confortado pelo facto de outros “20 padres, em poucos dias, terem melhorado consideravelmente, enquanto outros já terem deixado o hospital”.

Mons. Beschi acrescentou ainda: “Nós não estamos separados da nossa comunidade nem na passagem da morte.” Apesar da suspensão das missas, “a generosidade dos sacerdotes continua, estamos próximos das pessoas, com as devidas precauções, mas conscientes de que, por um lado, carregamos Jesus e, por outro, podemos tornar-nos portadores do vírus”.

Entre os sacerdotes de outras dioceses que também morreram nesta última semana, conta-se monsenhor Vincenzo Rini, diretor do jornal diocesano de Cremona, nos últimos 30 anos e ex- presidente da Agencia SIR, da conferência episcopal italiana.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+