Vizinhos solidários. Aqui há quem viva, apesar do coronavírus

15 mar, 2020 - 17:21 • Joana Bourgard , Rodrigo Machado (grafismo)

Fotografias de mensagens escritas em folhas de papel, coladas em interiores de prédios, circulam pelas redes sociais e mostram como alguns grupos de moradores se estão a organizar para que nada falte aos vizinhos que não podem sair de casa, devido à pandemia de Covid-19. É o caso do edifício de Pedro, Berta, Gaspar e Margarida, em Alvalade, Lisboa, que durante a passada semana se organizaram e passaram a comunicar através do Whatsapp.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.