|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Papa recomenda oração e comunhão espiritual em tempos de pandemia

15 mar, 2020 - 11:12 • Filipe d'Avillez

Francisco agradeceu a criatividade dos padres que têm encontrado formas de estar perto dos fiéis, espiritualmente, sem colocar em risco a saúde dos mais frágeis.

A+ / A-

O Papa Francisco sugere aos fiéis que estão em isolamento, ou em quarentena, que aproveitem para rezar e que, não podendo ir à missa, que pratiquem a comunhão espiritual.

Francisco rezou este domingo o ângelus, como é seu hábito, mas em vez de o fazer da janela que dá para a Praça de São Pedro, a oração foi transmitida online para quem quisesse assistir.

“Nesta situação de epidemia em que nos encontramos, vivendo mais ou menos isolados, somos convidados a redescobrir e aprofundar o valor da comunhão que une todos os membros da Igreja”, afirmou o Papa.

“Unidos a Cristo, nunca estamos sozinhos, mas formamos um único Corpo, do qual Ele é a Cabeça. É uma união que se alimenta da oração e também da comunhão espiritual, prática altamente recomendada quando não é possível receber o sacramento. Isso é o que eu digo a todos, especialmente às pessoas que moram sozinhas.”

Francisco voltou a manifestar a sua solidariedade com todos os que estão na linha da frente, a ajudar a combater a epidemia.

“Renovo minha proximidade com todos os doentes e com quem cuida deles. Assim como os muitos operadores e voluntários que ajudam pessoas que não podem sair de casa e aqueles que atendem às necessidades dos mais pobres e sem-abrigo.”

No final, o Papa aproveitou ainda para agradecer a todos os que se lembraram de rezar por ele no sétimo aniversário da sua eleição. “Agradeço a todos que oraram por mim no 7º aniversário da minha eleição como sucessor de Pedro.”

Antes de começar a oração, Francisco agradeceu ainda a todos os padres as formas criativas que têm encontrado de estar próximos dos fiéis, espiritualmente, sem colocar em riso a saúde dos mais vulneráveis.

O Vaticano anunciou este domingo que a Praça de São Pedro se vai manter fechada durante o período da pandemia e que todas as celebrações da Semana Santa no Vaticano serão sem fiéis.

Itália é o país europeu mais duramente atingido pelo coronavírus e o Governo decretou medidas drásticas, pedindo às pessoas que não saiam de casa, para evitar a propagação da doença.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.