Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus. Japão confirma primeiro caso de reinfeção com COVID-19

27 fev, 2020 - 17:25 • Filipe d'Avillez

Especialistas preocupam-se com a possibilidade de o vírus poder manter-se dormente no organismo mesmo depois de uma aparente cura.

A+ / A-

As autoridades japonesas confirmaram esta quinta-feira o seu primeiro caso de reinfeção com COVID-19, a nova estirpe do coronavírus que se espalhou a partir da China ao longo dos últimos dois meses, tendo causado a morte a cerca de 3.000 pessoas em todo o mundo.

Apesar de potencialmente mortal e altamente infeciosa, a nova estirpe tem uma taxa de recuperação muito alta e vitima sobretudo pessoas idosas, com doenças respiratórias crónicas ou com outras fragilidades. Mas a notícia de que é possível apanhar o vírus depois de ter sido curado está a preocupar os especialistas, que temem que isso seja um indício de que a estirpe se possa manter dormente no organismo.

Philip Tierno, professor de microbiologia e patologia na Universidade de Nova Iorque explicou à "Sky News" que “depois de contrair a doença ela pode manter-se dormente e com sintomas mínimos. Mas depois pode exacerbar-se se conseguir chegar aos pulmões”.

Já tinha havido alguns casos de reinfeção na China, onde se têm registado a esmagadora maioria de casos e de mortes, mas esta foi a primeira confirmada fora daquele país.

As implicações são preocupantes, pois a possibilidade de reinfeção pode dificultar o combate à doença. O Japão tem 189 casos de infeção confirmada, excluindo os 639 casos a bordo do cruzeiro Diamond Princess, onde trabalhava o único português atualmente atingido pela doença.

O caso no Japão diz respeito a uma mulher de Osaka, na casa dos 40 anos. Foi diagnosticada em janeiro e recebeu alta em fevereiro, mas voltou a contrair a doença.

O alastramento do coronavírus é especialmente preocupante no Japão, uma vez que Tóquio vai receber os Jogos Olímpicos de 2020, que podem estar postos em causa caso a pandemia não esteja controlada até lá.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.