|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Morreu Laura Ferreira, a mulher de Passos Coelho

25 fev, 2020 - 10:44 • Marta Grosso com redação

Tinha 54 anos e estava doente com cancro há vários anos. Marcelo recorda Laura Ferreira como “alguém que deixou um traço de humanidade na sociedade portuguesa”.

A+ / A-

Morreu Laura Ferreira, a mulher do antigo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho. A notícia está a ser avançada nesta terça-feira de manhã pela SIC Notícias e já foi confirmada pela Renascença.

Laura Ferreira morreu durante a noite no IPO de Lisboa, onde se encontrada internada.

O velório de Laura Ferreira será na quarta-feira, no centro funerário de Cascais, disse à Lusa fonte próxima da família. A fonte indicou que o velório decorre na quarta-feira, a partir das 19h00, e que a cremação será no dia seguinte, quinta-feira, numa cerimónia reservada à família.

A mulher de Pedro Passos Coelho lutava contra o cancro desde 2014 – um tumor ósseo agressivo, que se alastrou aos pulmões.

Em janeiro de 2015, o antigo primeiro-ministro e líder do PSD confirmou a doença na sua conta no Twitter, depois de Laura ter surgido com o cabelo rapado numa viagem a Cabo Verde.

No mesmo ano, numa passagem da biografia de Passos Coelho, Laura Ferreira escreveu: “Tenho muito medo de morrer, mas depois há um lado que se levanta e diz: ‘Não, tens o teu marido, tens as tuas filhas e a tua família!’ Eu tenho de viver, tenho tanta coisa para fazer”.

Em 2017, quando a doença parecia estar ultrapassada, exames de rotina mostraram que o cancro se tinha espalhado.

Morreu aos 54 anos.

Pedro Passos Coelho e Laura Ferreira casaram em 2004 e têm uma filha: Júlia, de 12 anos. Laura, que era fisioterapeuta, era também mãe de Teresa, com 24 anos.

PSD e Marcelo lamentam morte de Laura

O PSD já emitiu uma nota de pesar. “Foi com grande consternação que o Partido Social Democrata recebeu a notícia do falecimento de Laura Ferreira, mulher de Pedro Passos Coelho, ex-primeiro-ministro e ex-presidente do PSD”, refere a nota.

“Figura muito acarinhada por toda a família social-democrata, Laura deixa saudades nos que com ela conviveram ao longo dos anos”, prossegue o texto.

“A direção do Partido Social Democrata, na figura do seu Presidente, Rui Rio, expressa a Pedro Passos Coelho e à restante família o seu mais sentido pesar nesta hora”, conclui.

O Presidente da República também lamenta a morte de Laura Ferreira e “apresenta ao Dr. Pedro Passos Coelho as mais sentidas e amigas condolências neste momento de enorme perda”.

Num comunicado divulgado na página da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa recorda Laura como “alguém que deixou um traço de humanidade e serviço comunitário na sociedade portuguesa”.

[notícia atualizada às 19h33]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.