|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Confirmado primeiro português infetado com coronavírus

23 fev, 2020 - 10:29 • Marta Grosso com redação

Ministério dos Negócios Estrangeiros diz à Renascença que está com contacto com as autoridades japonesas, onde se encontra o cidadão infetado.

A+ / A-

As autoridades de saúde japonesas confirmam que é português a pessoa que teve resultado positivo no teste ao Covid-19 e que se encontra a bordo do navio “Diamond Princess”.

A informação é dada neste domingo à Renascença pelo Ministério português dos Negócios Estrangeiros.

Segundo o comunicado do MNE, “a família está informada, assim como o próprio” doente e Portugal está “a insistir junto das autoridades locais para que se proceda à transferência [do paciente] para o hospital de referência”.

A notícia do português infetado foi avançada no sábado à noite pela TVI24, segundo a qual se trata de um homem de 41 anos, membro da tripulação do navio “Diamond Princess”, atracado no Japão.

Ainda segundo a mesma fonte, o português é natural da Nazaré, distrito de Leiria, e ainda não apresenta os principais sintomas do novo coronavírus, mas foi colocado em isolamento.

Contactada pela Renascença, a Direção-geral da Saúde (DGS) adianta que há cinco portugueses que fazem parte da tripulação do mesmo navio.

O “Diamond Princess” foi colocado em quarentena em 3 de fevereiro, ao chegar a Yokohama, sul de Tóquio, depois de um passageiro que desembarcou em Hong Kong ter sido diagnosticado com o vírus.

Cerca de 3.700 pessoas estão a bordo do navio, mais de 600 infetadas, duas das quais não resistiram e morreram.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.