|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Retomadas as ligações ferroviárias entre Itália e Áustria após suspeitas de coronavírus

23 fev, 2020 - 21:49 • Cristina Nascimento

Comboio, que fazia a ligação entre Veneza e Munique, foi parado na fronteira entre Itália e Áustria. Duas passageiras seguiam a bordo com febre.

A+ / A-

As ligações ferroviárias entre Itália e Áustria estiveram suspensas durante largas horas por suspeitas de infeção por coronavírus. O alerta foi dado durante a tarde de domingo num comboio onde seguiam duas passageiras com febre e que acabou por ser "barrado" em Brenner, na fronteira entre os dois países. A viagem foi interrompida porque as autoridades consideraram que as duas mulheres doentes poderiam estar infetadas com Covid-19.

A suspensão de todas as ligações ferróviárias entre Áustria e Itália foi depois anunciada pela empresa ferroviária, a OBB.

"Por ordem das autoridades, não é possível viajar entre Steinach am Brenner e Brennero/Brenner. Os comboios de longa distância aguardam novas instruções em Innsbruck Hbf e Brennero/Brenner", lia-se no site da empresa, numa altura em que o ministro austríaco do Interior confirmava a situação das duas passageiras doentes.

De acordo com a imprensa alemã, a bordo do comboio seguiam cerca de 300 passageiros.

Circulação retomada horas depois

As duas mulheres foram submetidas a exames médicos pouco após a sua partida de Veneza e deixaram o comboio, que depois foi bloqueado na estação do Brennero pouco antes de entrar na Áustria.

A circulação acabaria por ser retomada horas depois. "Foi levantado o alerta, os testes de diagnóstico efetuados nos dois casos suspeitos revelaram-se negativos", indicou em comunicado o ministério austríaco do Interior.

"O encerramento administrativo em Brennero foi levantado", indicou na sua conta Twitter a companhia austríaca de caminhos de ferro ÖBS; precisando que a circulação de comboios se efetua na segunda-feira de acordo com os horários previstos.

O Ministério da Saúde de Itália aumentou para 157 o número de infetados, 26 em estado grave, em quatro regiões, depois de realizar quase 3.000 análises de suspeitos. As regiões mais afetadas são a Lombardia e Venetto. Há registo de três casos mortais.

Onze locais, com um total de cerca de 50.000 habitantes, foram isolados, o Carnaval de Veneza foi cancelado e as aulas foram suspensas em escolas de três regiões italianas. O conhecido Teatro alla Scala, de Milão, suspendeu este domingo todas as suas atividades.

Notícia atualizada às 09h30 de segunda-feira.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.