|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Direitos dos animais

Joaquin Phoenix resgata vaca e bezerro dias após discurso ativista nos óscares

21 fev, 2020 - 08:33 • Sofia Freitas Moreira com agências

Vegan convicto e ativista pelos direitos dos animais, Joaquin Phoenix resgatou mais dois animais da morte certa, apenas dois dias depois da cerimónia dos óscares.

A+ / A-

Para além de ser conhecido pelos inúmeros papéis icónicos desempenhados ao longo da carreira, o ator Joaquin Phoenix também tem dado que falar pelo seu ativismo ligado aos direitos dos animais.

O seu discurso, na cerimónia dos óscares onde venceu o prémio de Melhor Ator, ficou marcado por duras palavras contra o consumo de produtos de origem animal. O ator não demorou muito a passar das suas palavras à ação.

Do ativismo de Phoenix, aos heróis de Laura Dern. Reveja os discursos dos principais vencedores da noite
Recorde o discurso ativista de Joaquin Phoenix nos Óscares 2020

Apenas dois dias depois da sua vitória pelo papel de “Joker”, Joaquin Phoenix resgatou uma vaca e o seu bezerro recém-nascido. O ator foi acompanhado pela ONG norte-americana Los Angeles Animal Save, que organiza vigílias pacíficas em matadouros pelos Estados Unidos.

Num vídeo partilhado pela Farm Sanctuary, uma reserva animal na Califórnia para onde os animais resgatados foram encaminhados, Phoenix é visto a conversar com o dono do matadouro, que acabou por ceder ao pedido do ator de levar consigo Liberty, a vaca, e Indigo, o bezerro bebé.

No final do vídeo, o ator premiado enfatizou que ativistas como ele vão continuar a "lutar pela libertação de todos os animais que sofrem nesses sistemas opressivos”.

Phoenix é vegan e já foi detido, este ano, durante uma manifestação contra as alterações climáticas que aconteceu em Washington, nos Estados Unidos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.