|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Sporting de Braga

Rúben Amorim pede ação antes que o caso Marega seja esquecido

17 fev, 2020 - 16:50 • Redação

O treinador do Sporting de Braga sublinha que há que "atuar e castigar quem tem de ser castigado"

A+ / A-

Veja também:


Rúben Amorim pede que se passe das palavras de repúdio aos atos de prevenção e penalização, para evitar que aconteça um novo caso Marega.

Marega deixou o relvado ao minuto 71 da visita do FC Porto ao Vitória de Guimarães, devido a insultos racistas. O treinador do Sporting de Braga assinalou que este tipo de incidente "acontece em qualquer estádio" e pediu que se aja rapidamente, para que este caso não caia no esquecimento, como outros caíram.

"Está na altura de passarmos à ação em vez de estarmos sempre a falar do mesmo assunto. Quem tem esse dever tem de atuar e castigar quem tem de ser castigado. Já toda a gente falou deste caso, na próxima semana já toda a gente se esqueceu e nada se faz. É o momento certo, foi um caso mediático em Portugal e lá fora. Está na altura de se tomar ações", sublinhou Amorim, em declarações aos jornalistas.

O técnico do Braga apoiou a decisão de Marega de abandonar o relvado, embora salienta que "é mais fácil para as pessoas que estiveram lá falar do que aconteceu".

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.