RR
|
A+ / A-

Sporting de Braga

Rúben Amorim quer derrotar Benfica e manter pleno frente aos grandes

14 fev, 2020 - 12:46 • Redação

O treinador do Sporting de Braga espera continuar a ter a "estrelinha" que o ajudou a derrotar Sporting e FC Porto.

A+ / A-

Rúben Amorim espera voltar a ter "estrelinha" e conseguir fazer o pleno contra os grandes, frente ao Benfica. O Sporting de Braga já derrotou FC Porto e Sporting duas vezes, cada um, e agora espera aplicar a mesma dose ao atual líder do campeonato.

"O objetivo é vencer o jogo. O Braga entra sempre para vencer. Já entrava no passado, por uma ou outra coisa não tinha a mesma 'estrelinha' do jogo. Vamos procurar ter a mesma qualidade e a mesma intensidade e no fim, quem sabe, ter um pouco de 'estrelinha', para levar de vencida o Benfica e fazer o pleno de vitórias nos jogos com os grandes, neste último mês", assumiu o treinador do Braga, esta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão do encontro da 21.ª jornada.

Rúben Amorim garantiu que o Braga manterá a "identidade", mesmo jogando na Luz. O passado, que relata que o Braga não vence o Benfica há quase seis anos - soma apenas derrotas -, não vai influenciar:

"Temos sempre o mesmo comportamento e a mesma ambição. Vamos tentar vencer, não pensar no passado porque não interessa. O que joga é a nossa movimentação, a nossa forma de encarar o jogo, a nossa qualidade, e já provámos que somos capazes de vencer em qualquer campo."

Explorar as fraquezas do líder


O técnico minhoto também não acredita que a derrota do Benfica no Dragão e o empate sofrido em Famalicão poderão afetar o rendimento da equipa de Bruno Lage frente ao Braga. Rúben Amorim também desvalorizou os oito golos sofridos pelo Benfica nos últimos quatro jogos.

"O Benfica tem ganho. Tem sofrido, mas tem marcado mais. Mete muita gente no ataque, pelo que tem menos gente atrás para defender as transições. Dá-nos alguns sinais de que há algo que podemos aproveitar, mas o próprio treinador do Benfica de certeza que trabalhou esses aspetos. Escolhemos os jogadores fortes para aproveitar certos posicionamentos do Benfica. Vamos procurar explorar as fraquezas do Benfica", ressalvou o treinador do Braga, na conferência de imprensa.

O Benfica não poderá contar com Gabriel, devido a uma lesão ocular. Rúben Amorim aproveitou para "mandar um abraço de força" ao médio brasileiro e assumiu que, sem ele em campo, o Benfica fica diferente:

"Ele é um jogador muito importante, tem características diferentes dos outros médios. Tivemos de alterar algumas coisas na nossa preparação. Mas o Benfica, se não tem um, joga com outro e mantém-se a qualidade. O Benfica será sempre forte com qualquer jogador que esteja em campo."

Especial é se o Braga vencer


Rúben Amorim foi jogador do Benfica e do Braga, pelo que este jogo na Luz poderia ter um caráter especial. No entanto, o técnico esforçou-se por retirar essa conotação ao encontro.

"É especial se ganharmos, isso é sempre. Se perdermos ou empatarmos, não é nada especial. Para mim o importante, é ganhar três pontos, é assim que crescemos. Onde o Braga ganha os três pontos é irrelevante. Encaramos todos os jogos da mesma forma", frisou.

O treinador aproveitou, ainda, para desfazer o mito de que o Braga não joga com a mesma vontade frente ao Benfica que diante de FC Porto e Sporting:

"Para mim, é difícil perceber isso. Lembro-me que joguei pelo Braga e ganhei ao Benfica, joguei pelo Benfica e perdi com o Braga. Uma coisa dita muitas vezes, às vezes, parece verdade. Mas não é, nem vai influenciar a nossa forma de encarar esta partida."

O Benfica-Sporting de Braga terá pontapé de saída no sábado, às 18h00, no Estádio da Luz. O jogo de cartaz da jornada 21 terá relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.