|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Óbitos

A+ / A-

"Enorme falhanço". Só 12% dos resíduos de plástico reciclados num ano

04 fev, 2020 - 07:20 • Redação

Em 2018, foram contabilizadas cerca de 600 mil toneladas de plástico nos resíduos urbanos, das quais, apenas 72 mil foram recicladas.

A+ / A-

A reciclagem de plásticos em Portugal está a falhar. Em 2018, os portugueses só reciclaram 12% do plástico dos resíduos urbanos, alerta a associação ambientalista Zero, que fala em “enorme falhanço”.

Os números da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e da Sociedade Ponto Verde mostram que no ano passado, só se reciclaram 72 mil das 600 mil toneladas de plástico produzidas nas casas dos portugueses. Estes números são conhecidos no dia em que vai ser assinado o Pacto Português para os Plásticos, iniciativa onde participam várias entidades.

À Renascença, Rui Berkemeier, da associação Zero e especialista em resíduos, defende que a questão principal está no sistema de recolha. “O problema é que em Portugal apostamos muito na recolha com os ecopontos - contentores na rua, muitas vezes sem boas condições - quando o que está demonstrado que a recolha porta a porta permite uma reciclagem muito maior, principalmente do plástico”.

“Em 1996, Portugal apostou num sistema com ecopontos. Foi uma revolução e começamos a reciclar, mas agora temos de dar o salto.”

Este responsável lembra que cada português produz 60 quilos de lixo na sua casa e recicla apenas sete quilos.

A Zero atribui estes resultados à “inexistência, ao longo dos últimos anos, de uma política efetiva visando a economia circular e a reciclagem dos resíduos urbanos”.

Segundo a associação, “face a este quadro negro que, a continuar, vai impedir Portugal de cumprir qualquer tipo de meta de reciclagem dos resíduos urbanos e nomeadamente dos plásticos”, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática deve ter a “coragem política” para mudar de vez o paradigma da gestão destes resíduos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • carlos cupeto
    04 fev, 2020 10:36
    o Matos Fernandes não tem vergonha?
  • Petervlg
    04 fev, 2020 Trofa 09:30
    Porque andamos a tapar o sol com a peneira, as empresas que tratam dos resíduos plásticos, simplesmente não os tratam. todo o plástico pode ser reciclado como não existe vontade politica para o fazer, deita-se ao mar, ou faz-se um aterro, é sempre mais fácil