Tempo
|
A+ / A-

Jornalista da Renascença distinguida nos Prémios Direitos Humanos e Integração

03 fev, 2020 - 21:50 • Redação

Liliana Carona recebeu uma menção honrosa pela reportagem "Gente como nós - do horror da Síria para a tranquilidade de Vila Nova de Tazem", sobre a nova vida de uma família de refugiados no interior do país.

A+ / A-
Gente como nós. Reportagem de Liliana Carona
Gente como nós. Reportagem de Liliana Carona

A jornalista Liliana Carona, do Grupo Renascença Multimédia, foi esta segunda-feira distinguida com uma menção honrosa nos prémios de jornalismo Direitos Humanos e Integração.

Esta menção honrosa é referente à peça "Gente como nós - do horror da Síria para a tranquilidade de Vila Nova de Tazem", transmitida na Renascença em março de 2018.

Os Prémios Direitos Humanos e Integração são uma iniciativa conjunta da Secretaria Geral da Presidência do Conselho de Ministros e da Comissão Nacional da UNESCO.

Têm por objetivo reconhecer o trabalho desenvolvido por profissionais da comunicação social, a nível nacional, em prol dos direitos humanos e das liberdades fundamentais.

A cerimónia de entrega dos prémios contou com a presença dos secretários de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, André Caldas, e do Cinema, Audiovisual e Media, Nuno Artur Silva. Decorreu no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.