|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Caso Tancos. ​Azeredo Lopes soube de chamada fabricada e não denunciou

03 fev, 2020 - 20:34 • Redação

“Eu entendo que não tem nada que denunciar. Isso é uma questão puramente jurídica", declarou o advogado do antigo ministro da Defesa.

A+ / A-

O antigo ministro da Defesa Azeredo Lopes assume ter tido conhecimento de que as armas dos paióis de Tancos foram encontradas na sequência de uma chamada fabricada, avança a SIC.

Arguido no processo, Azeredo Lopes foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução, Carlos Alexandre.

O antigo ministro da Defesa terá afirmado que não informou as autoridades sobre a encenação porque não tinha o dever de o fazer, adianta a SIC.

Em declarações aos jornalistas no final da audição, Germano Marques da Silva, advogado de Azeredo Lopes, adiantou que o antigo ministro disse em tribunal que, “depois do encontro das armas, teve informações do chefe de gabinete [Martins Pereira] de várias coisas que aconteceram”.

“Eu entendo que não tem nada que denunciar. Isso é uma questão puramente jurídica. O ministro não é [funcionário público]. A Polícia Judiciária Militar está na dependência funcional da Procuradoria-Geral da República. Ele deve denunciar o quê? A chamada anónima, quando isso se passou, esses elementos já eram do conhecimento da Procuradoria-Geral da República, que ia abrir um processo disciplinar contra os funcionários”, afirmou Germano Marques da Silva.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.