|
A+ / A-

Taça da Liga

Forbs espera que o "Sporting reaja à derrota com o Benfica", mas atribui favoritismo ao Braga

21 jan, 2020 - 12:45 • Rui Viegas

O ex-jogador luso-guineense lança o jogo desta noite entre minhotos e lisboetas. José Forbes, radicado em Inglaterra e numa altura em que se fala da saída do médio para o United, "avisa" Bruno Fernandes.

A+ / A-

José Forbs, antigo avançado do Sporting de Braga e Sporting, entrega o favoritismo aos minhotos na primeira meia-final da Taça da Liga, esta noite, em Braga.

Confesso adepto dos leões, cuja camisola vestiu em três épocas, o luso-guineense considera que a equipa de Rúben Amorim está melhor que o conjunto orientado por Jorge Silas. De qualquer maneira, nestas declarações a Bola Branca, Forbs anseia por uma reação sportinguista à derrota de sexta-feira passada, no dérbi, frente ao Benfica.

"O Braga está a jogar bem e o Sporting foi penalizado pela finalização [no dérbi]. Espero que o Sporting reaja à derrota com o Benfica. Falham no momento crucial. O Braga é favorito", começa por dizer o ex-futebolista, para quem o Sporting necessita de mais qualidade no plantel e união no "universo" verde e branco.

"Toda a gente está dividida e isso não é bom para o clube. O clube tem de juntar-se, com toda a gente a puxar para o mesmo lado. Para ajudar o Sporting e ajudar os jogadores também. [Falta ainda qualidade à equipa?] Também. No ataque, no meio campo e na defesa. O Sporting precisa de jogadores de qualidade, porque não tem muitas opções", explica.

Bruno Fernandes "serviria" ao United, mas tem de adaptar-se

Para já, a Alvalade chega o avançado esloveno Sporar, ex-Slovan Bratislava. Forbs espera que seja para ajudar. Até porque quem "subiu" à equipa inicial demonstrou não ter ainda a "tarimba" suficiente. Em concreto, o antigo ponta de lança refere-se ao jovem Rafael Camacho.

"Se tiver qualidade, pode ser uma ajuda. Porque, por exemplo, ao Rafael Camacho falta-lhe experiência, tarimba", lamenta.

Radicado em Inglaterra, José Forbs, de 56 anos, tem acompanhado o "folhetim" em redor da eventual saída de Bruno Fernandes para o Manchester United. O antigo atacante é da opinião que o médio internacional português "serviria" aos "red devils", mas também adverte, com algum humor: é preciso ultrapassar primeiro a fase de adaptação.

"O futebol inglês é um bocado complicado, é preciso adaptação. Há jogadores com grande qualidade que aqui não se adaptam. Ele corre muito, mas eles aqui correm ainda mais (risos). Agora, ele tem qualidade, marca golos - de livre, trabalha muito. Talvez sirva para o Manchester", termina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.