|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Óbitos

A+ / A-

FC Porto

Sérgio desvaloriza lenços brancos. "Uso-os para assoar ou limpar a testa do suor do trabalho"

21 jan, 2020 - 12:47 • Redação

Treinador diz que não tem de explicações aos adeptos após a contestação no final do jogo contra o Sporting de Braga.

A+ / A-

Sérgio Conceição desvalorizou as críticas dos adeptos no final do jogo contra o Sporting de Braga, que mostraram lenços brancos ao treinador. Em conferência de imprensa de antevisão ao jogo contra o Vitória de Guimarães, o técnico portista diz que não tem de comentar as críticas dos adeptos.

"Quando cheguei, o Porto vinha de quatro anos sem ganhar. As expetativas eram baixíssimas e a exigência acaba por baixo. Quando se consegue levantar o FC Porto, quebrar com a hegemonia do Benfica e ganhar talvez um dos campeonatos mais importantes da história do Porto, a exigência aumenta. Eu gosto de pressão, mas não faz parte comentar reação dos adeptos. Ganhando, batem palmas, perdendo, assobiam e mostram lenços. Uso os lenços para assoar ou limpar o suor da testa do meu trabalho aqui. Tenho respeito enorme pelos adeptos, não não condicionam o meu trabalho", disse.

O técnico diz que o jogo contra o Braga, que o Porto perdeu por 2-1, foi analisado e o plantel "fechou a cortina" para se focar na meia-final da Taça da Liga.

"É sempre melhor trabalhar em cima de vitórias do que resultados negativos. Não sou hipócritas para dizer que está tudo bem e feliz, mas faz parte do futebol. Foi um resultado ingrato. Dissecámos o jogo, vimos o comportamento da equipa, o que devemos e queremos melhorar. Fechamos a cortina e agora é olhar para a próxima partida. Estamos focados no jogo contra o Vitória", termina.

O FC Porto-Vitória de Guimarães joga-se na quarta-feira, às 19h45, a contar para a meia-final da Taça da Liga, com relato e acompanhamento na Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.