|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Óbitos

A+ / A-

Expo Dubai 2020. Portugal "paga" 10,5 euros por cada visitante do pavilhão nacional

20 jan, 2020 - 17:20 • José Carlos Silva com redação

A presença de Portugal na Expo Dubai vai custar 21 milhões e as estimativas apontam para dois milhões de visitantes do pavilhão português. Em declarações à Renascença, o secretário de Estado da Internacionalização explica que o valor engloba todos os custos e mostra-se confiante num retorno económico superior ao investido.

A+ / A-

Portugal estará presente na Expo 2020, que se realiza no Dubai, entre outubro deste ano e abril de 2021, com o tema “O mundo num país”. A participação portuguesa custará 21 milhões de euros ao Estado, mas o Governo está confiante que o retorno económico será superior.

“Quando se faz uma aposta de promoção, nós não queremos recuperar o valor que investimos, mas ter uma variação expressiva e significativa, continuada, ao longo do tempo, quer nas exportações quer na captação de investimento direto estrangeiro, e, em paralelo, na captação de turistas”, argumenta, em declarações à Renascença, o secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias.

Este investimento não diz respeito apenas ao Pavilhão de Portugal, que terá azulejos e calçada, mas engloba todos os custos “desde a equipa do comissário, à equipa da Aicep (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), à contratação dos conteúdos expositivos, ao desenvolvimento e à produção dos conteúdos, à execução no Dubai. O pavilhão não custou 21 milhões de euros, dava para construir um palácio”, esclareceu Brilhante Dias.

As estimativas apontam para que 25 milhões de pessoas visitem a Expo Dubai. Desse total, Portugal está convicto que o Pavilhão de Portugal irá atrair cerca de 2 milhões desses visitantes, ao longo dos 173 dias que dura o evento.

“As estimativas que temos, é que muito provavelmente, se for igual - nós gostaríamos que fosse mais - mas se for no mesmo rácio de visitantes, que tivemos nas últimas participações, provavelmente teremos 2 milhões de visitantes ao Pavilhão de Portugal”.

Na cerimónia oficial de lançamento, o secretário de Estado da Internacionalização já tinha referido que este evento “é uma enorme oportunidade para Portugal partilhar a sua visão sobre a resposta a problemas à escala global” e de demonstrar vontade em “competir no mercado internacional pela tecnologia, pela inovação e pelo valor acrescentado”.

A Expo Dubai abre portas a 20 de outubro e contará com a presença de 192 países. Da programação portuguesa destaca-se um festival de música lusófona, uma participação especial na Semana da Água das Nações Unidas e ainda intervenções nas Semanas do Turismo e da Inovação.

A última vez que Portugal participou numa exposição universal foi em em 2010, na República Popular da China. Entretanto, realizaram-se outras três: Coreia do Sul, em 2012, Itália em 2015 e no Cazaquistão, em 2017.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.