|
A+ / A-

Eleições PSD

Rui Rio vence eleições do PSD com 53% dos votos

18 jan, 2020 - 20:47 • Cristina Nascimento

Faltam apurar 19 secções de votos. Luis Montenegro já felicitou Rui Rio, apelando ao presidente para que tenha "a capacidade de devolver a unidade do partido".

A+ / A-

Rui Rio venceu as eleições diretas no PSD. O resultado foi anunciado pelo presidente do Conselho de Jurisdição do partido, Nunes Liberato. "Declaro eleito o militante Rui Rio", disse, numa altura em que ainda não estão contabilizados a totalidade dos votos. Liberato garante que os que faltam contar não alteram o desfecho da eleiçã.

Rui Rio arrecadou 53% dos voto, Luis Montenegro 47%.

Depois das 22h00, num hotel de Lisboa, Luis Montenegro assumiu a derrota e revelou que já felicitou Rio pela vitória. O candidato derrotado à liderança do PSD fez um apelo a Rio para que tenha "a capacidade de devolver a unidade do partido".

Na contagem de votos, às 00h18, com 299 secções apuradas e 19 por apurar, Rio tem 53,11% dos votos e Montenegro 46,89%.

Rui Rio começou a contagem de votos a liderar, mas houve uma altura em que os votos estiveram divididos ao meio entre os dois candidatos.


Os dois candidatos acompanharam a noite de votos em unidades hoteleiras, Rui Rio no Poto, Montenegro em Lisboa.

Estavam inscritos 40.628 votantes. Ainda segundo os dados disponibilizados pelo PSD, a abstenção rondará os 20%.

Na sede nacional do PSD, em Lisboa, o secretário-geral adjunto Hugo Carneiro afirmou aos jornalistas que participaram no processo eleitoral 1.200 militantes, havendo ainda a registar mais 1.700 pessoas (no total das duas voltas) que fizeram a fiscalização da votação.

"São números que atestam a credibilidade do processo eleitoral", afirmou Hugo Carneiro à Lusa.

Rui Rio e Luís Montenegro disputaram este sábado a segunda volta das eleições diretas para escolher o próximo líder do PSD.

O atual presidente do PSD foi o candidato mais votado na primeira volta das diretas - que se realizou há uma semana - com 49,02% dos votos expressos, enquanto o antigo líder parlamentar social-democrata conseguiu 41,42%. Miguel Pinto Luz, o terceiro candidato mais votado, obteve 9,55% (3.030 votos) e ficou fora da segunda volta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Armando Pereira Sant
    19 jan, 2020 Porto 09:57
    Nós, pessoalmente, como cidadão, e que não está no partido, mas mas que nunca despiu a camisola, e o PSD, tem saudades de PPC, mas PPC, estava rodeado de arrogantes. Sim, a floresta de militantes, era de arrogantes, impossíveis de trato.. E essa floresta virou toda para o lado de Montenegro. Esperemos a vossa conversão. O PS, e a corrupção que o acompanha, logo no seu ADN tem os dias contados. O Povo, a dormir há 40 anos, tem de acordar.