RR
|
A+ / A-

Rui Rio, presidente do PSD. "Houve um momento para marcar as diferenças, agora é tempo de marcar a unidade"

18 jan, 2020 - 23:29 • Lusa

Rio venceu as eleições diretas com 53% dos votos, um resultado que para o novo presidente do PSD é "inequivocamente claro".

A+ / A-

O reeleito presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou este sábado que espera poder "trabalhar com estabilidade e lealdade", recusou que o PSD esteja "partido" e vincou estar "a iniciar o momento para marcar a unidade" no partido.

"Encaro esta vitória com satisfação, orgulho e, acima de tudo, com sentido de responsabilidade. Fez hoje um ano que o Conselho Nacional do PSD votou pela estabilidade, ao votar contra a minha destituição. Hoje, os militantes do PSD voltaram a votar pela estabilidade ao votar pela manutenção da atual liderança. Espero que, a partir de hoje, possamos trabalhar com estabilidade e lealdade", afirmou.

No discurso aos militantes num hotel do Porto, Rio disse querer, a partir de hoje, "com o PSD, começar a ganhar o país", observando que "houve um momento para se marcar as diferenças", mas começa agora a ocasião "para marcar a unidade".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.