Tempo
|
A+ / A-

Sporting - Benfica

PSP com modelo semelhante ao do Sporting-FC Porto em jogo de “risco elevado"

16 jan, 2020 - 15:56

Polícia alerta para os perigos da pirotecnia, fora e dentro do estádio, e informa que "não haverá constrangimentos ao trânsito na segunda circular".

A+ / A-

O dérbi entre Sporting e Benfica, da 17.ª jornada da Liga, é considerado de "risco elevado", com a Polícia de Segurança Pública (PSP) a preparar a "segurança que se estende até à baixa lisboeta".

A informação foi dada esta sexta-feira pelo subintendente Francisco Alves, no Comando Metropolitano de Lisboa, numa conferência em que explicou os condicionamentos de trânsito, a hora prevista para concentração de adeptos do Benfica e o dispositivo montado, num modelo similar ao do clássico Sporting-FC Porto.

Francisco Alves revelou também que "não haverá constrangimentos ao trânsito na segunda circular", tendo em conta que o dérbi, que terá portas abertas a partir das 19h15, se realiza a uma sexta-feira, um dia já por si difícil na circulação naquele eixo rodoviário.

As vias com maiores dificuldades e com apelo para que sejam evitadas, são a ligação entre o Colombo e o Colégio Militar, de onde irão sair os adeptos do Benfica "em acompanhamento apeado", a partir das 18h30, e a circulação junto à avenida Padre Cruz [entre o Instituto Ricardo Jorge e a Associação das Forças Armadas], a partir das 19 horas.

"Queremos que a partir das 19H30 todos os adeptos do Benfica comecem a entrar pela porta 1, para que antes do jogo todos estejam dentro do estádio", explicou o subintendente em relação ao jogo, que deverá ter uma 'casa' total entre os 40 e 45 mil adeptos.

O responsável disse também que o número de polícias destacados por si só não diz nada, mas explicou que o facto de o jogo se realizar a uma sexta-feira ao final do dia exige algum reforço.

"Exige um dispositivo da divisão de trânsito maior e um policiamento controlado quase ao segundo", adiantou, no sentido de se evitarem "grandes constrangimentos", "que já são naturais a uma sexta-feira".

O subintendente Francisco Alves alertou igualmente para os perigos da pirotecnia, fora e dentro do estádio, sendo também essa uma das preocupações ao nível da segurança.

"No último jogo [Sporting-FC Porto, em 05 de janeiro] os incidentes registados foram zero, dentro e fora. O modelo é o mesmo e queremos que festejem nas bancadas, sem pirotecnia", acrescentou o subintendente.

O jogo entre Sporting, quarto classificado, com 29 pontos, e Benfica, primeiro, com 45, da 17.ª jornada da Liga, disputa-se na sexta-feira, a partir das 21H15, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.