|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Mediação e arbitragem resolveram 95% das queixas de consumo no último ano

16 jan, 2020 - 09:31 • Liliana Monteiro

Em 2019, o Centro de Arbitragem de Conflito de Consumo de Lisboa resolveu 783 processos, a maioria através da mediação.

A+ / A-

Em 30 anos, foram cerca de 95 mil as pessoas que, em Lisboa, recorreram à mediação e arbitragem para resolver conflitos relacionados com a área do comércio e serviços: comunicações, energia, gás, água, correios.

Em 2019, o Centro de Arbitragem de Conflito de Consumo de Lisboa recebeu 4.672 casos, prestou 3.846 informações e resolveu 95% das reclamações recebidas – 563 via mediação e 220 através de sentença do tribunal arbitral.

Este centro de arbitragem, inaugurado em 1989, assinala agora três décadas de apoio jurídico e de resolução de conflitos que não ultrapassem os cinco mil euros.

A grande missão deste organismo passa por facilitar o diálogo entre as partes, melhorar a relação entre consumidor e empresas e promover o conhecimento dos direitos das partes, prevenindo a conflitualidade.

Desde a sua criação, recebeu 94.904 casos, prestou 70.700 informações e instruiu 24.300 processos, dos quais resolveu 22.800 por mediação e arbitragem.

São já 32 mil as empresas que aderiram ao Centro de Arbitragem de Conflito de Consumo para resolver os seus problemas.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.