|
A+ / A-

Montenegro acusa candidatura de Rio de oferecer cargos a troco de apoio

14 jan, 2020 - 18:57 • Paula Caeiro Varela

O candidato a líder do PSD diz que não contribuirá para o desprestígio do partido e da campanha eleitoral.

A+ / A-

Luís Montenegro acusa a candidatura de Rui Rio de estar a oferecer cargos a troco de apoio, na corrida à liderança do partido.

Numa altura em que ambos os candidatos se preparam para a segunda volta das diretas no PSD, Montenegro diz ter relatos de que pessoas ligadas a Rui Rio estão a oferecer lugares, retribuindo assim ao seu adversário a acusação de que foi alvo por este no passado sábado.

“Eu quero dizer aqui, solenemente, uma coisa. Eu não convidei ninguém, não ofereci lugares a ninguém, mas não estou certo de que Rui Rio e os seus apoiantes não andem a fazer isso um pouco por todo o país”, afirmou Montenegro.

“Tenho relatos de pessoas que nos têm feito chegar algumas abordagens nesse sentido. Não tenho nenhum problema em dizer isto, porque não gosto de ver pessoas a lançar suspeitas e insinuações para os outros, para esconder, se calhar, aquilo que fazem.”

“Quero apenas dizer que eu não abordei ninguém, nem ninguém da minha candidatura abordou ninguém, com vista a trocar apoio por lugares, como foi insinuado por Rui Rio no passado sábado. Mas parece que há pessoas, com ou sem o conhecimento de Rui Rio, isso não sei, mas que são apoiantes dele e que andam a fazer abordagens, a falar de eleições autárquicas, de listas para o futuro e coisas desse género”, concluiu.

Luís Montenegro lamentou ainda a recusa de Rui Rio em realizar um debate para esta segunda volta e aproveitou para lançar uma nova farpa a propósito das declarações do adversário no Twitter sobre a vantagem nos resultados de sábado passado.

“Era bom para o PSD, era bom para a afirmação das ideias de cada candidato, correspondia a uma relação de respeito com os portugueses e com os militantes do PSD, mas infelizmente parece que a candidatura de Rui Rio, e ele próprio, preferem andar em diálogo nas redes sociais e com piadolas de mau gosto nas redes sociais, em vez de se concentrarem naquilo que é essencial, que é debater ideias para o futuro do país.”

“Nós vamos manter a nossa linha, não vamos baixar o nível desta campanha eleitoral, se há alguém que considerou o último debate desprestigiante creio que com o comportamento nesse debate e com o comportamento nestas últimas horas ficámos a saber de onde vem esse desprestígio, não é da nossa candidatura com certeza”, disse Montenegro.

Luís Montenegro considera que está tudo em aberto para sábado. Na segunda volta há de novo 40 mil votos em disputa e os dois candidatos partem com zero, como afirmou na sua sede de candidatura, esta tarde, em Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    16 jan, 2020 Trofa 09:46
    já espero que Montenegro ganhe para colocar o PSD com votação abaixo dos 10%, estilo CDS