|
A+ / A-

João Tomás: "Rio Ave não se vai encolher na Luz"

14 jan, 2020 - 12:45 • José Barata

O antigo avançado do Benfica e do Rio Ave espera um jogo equilibrado entre duas boas equipas, que querem chegar à final da Taça de Portugal. João Tomás aposta que tanto Bruno Lage como Carlos Carvalhal vão utilizar os melhores jogadores.

A+ / A-

João Tomás espera um jogo equilibrado entre Benfica e Rio Ave, nos quartos de final da Taça de Portugal, com a formação vilacondense a dar tudo para derrotar os encarnados, que começam como favoritos.

No primeiro "round", a contar para o campeonato, o Benfica levou a melhor, por 2-0. Em entrevista a Bola Branca, João Tomás prevê que este segundo assalto "seja um jogo equilibrado com duas boas equipas".

"A maioria das pessoas pensará que o favoritismo está do lado do Benfica. O Carlos Carvalhal teve a oportunidade de dizer que, de facto é uma missão difícil, mas não é impossível. Acredito que o Rio Ave não se irá encolher e irá ter uma estratégia que passará por ser uma equipa personalizada e fazer frente a um Benfica que sabemos que está forte. No início do jogo, prevejo que seja um jogo interessante e muito disputado, com excelentes intervenientes. Dois treinadores que pensam o jogo positivo e, à partida, será um jogo muito interessante", afirma.

Benfica não poupará peças mais importantes


João Tomás acredita que Bruno Lage não deverá fazer rotação na equipa a pensar na visita ao Sporting, de sexta-feira, para o campeonato.

"Acredito que os dois treinadores apresentem os melhores jogadores, e os melhores jogadores são aqueles que estão em melhor momento de forma para atacar esta eliminatória. Depois, é descansar o melhor possível para o jogo de sexta-feira. É evidente que o tempo de descanso é curto. Os treinadores gostavam de ter mais dias para recuperar, mas o calendário é competitivo e preenchido e por isso não há outra forma de o fazer, que não seja jogos consecutivos à imagem do que tivemos há tão pouco tempo noutros países", sublinha o antigo avançado.

Treinadores não surpreenderão taticamente


Este jogo volta a marcar o reencontro de treinadores que trabalharam juntos. Bruno Lage foi adjunto de Carlos Carvalhal. João Tomás duvida que os treinadores surpreendam taticamente da Taça de Portugal:

"Não acredito que existam grandes surpresas, porque ambos se conhecem. O Benfica não irá fugir daquilo que tem apresentado, assim como o Rio Ave não irá fugir da equipa que jogou nos Açores. Não acredito que essas variações táticas que possam ser, eventualmente, criadas surpreendam quer o Lage, quer o Carvalhal. Haverá, sim, todos aqueles aspetos individuais, todas aquelas consequências de ações que são protagonizadas pelos jogadores. Aí, sim, acho que haverá lances de qualidade, porque de um lado e do outro é isso que as equipas têm."

O Benfica-Rio Ave, dos "quartos" da Taça de Portugal, terá pontapé de saída às 21h15 desta terça-feira, no Estádio da Luz. Encontro com relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.