|
A+ / A-

​Presença portuguesa nos Óscares com nomeação de filme "Klaus"

13 jan, 2020 - 19:22 • Lusa

Sérgio Martins e Edgar Martins fazer parte da equipa que trabalhou em "Klaus", que está nomeado para Melhor Longa-metragem de Animação.

A+ / A-

A produção espanhola "Klaus", dos realizadores Sergio Pablos e Carlos Martínez López, foi nomeada para o Óscar de Melhor Longa-metragem de Animação, contando com os portugueses Sérgio Martins e Edgar Martins na equipa.

"Klaus: A Origem do Pai Natal", do espanhol Sergio Pablos, cocriador dos filmes "Gru - o Maldisposto", apresenta, de acordo com a Netflix, "um estilo de animação único que combina técnicas tradicionais de desenho 2D com a tecnologia mais avançada".

O filme, disponível naquela plataforma de 'streaming' desde 15 de novembro, foi realizado na íntegra nos SPA Studios, em Madrid, com uma equipa que junta pessoas de mais de 20 países, incluindo dois portugueses: Sérgio Martins, 'Animation Supervisor', e Edgar Martins, 'Story Department Supervisor'.

Já antes, "Klaus", primeiro filme de animação da Netflix, havia sido nomeado para os prémios Annie, considerados os "Óscares do cinema de animação".

O filme conta com um elenco composto por nomes como Jason Schwartzman, J.K. Simmons, Rashida Jones, Joan Cusack, entre outros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.