|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​Jogar por fora

13 jan, 2020 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Vem aí mais um dérbi-clássico e as nuvens poderão continuar carregadas no horizonte.

Não são raras as vezes em que, em Portugal, nos jogos de futebol a realizar para as mais diversas competições se perca muito mais tempo a debater o que acontece para além dos 90 minutos de cada partida, do que - mais sensato e recomendável - a verdadeira substância do jogo em si, da sua espetacularidade, ou falta dela, e da paixão que é capaz de despertar em milhões de espectadores.

O fim de semana que acabámos de cumprir foi fértil nesse tipo de discussões.

Não faltou polémica à volta do jogo em que o Benfica recebeu na Luz o lanterna vermelha da classificação, o mesmo acontecendo em relação a factos registados em Moreira de Cónegos, onde o Futebol Clube do Porto alcançou uma preciosa vitória, que lhe permitiu não descolar ainda mais do atual guia da classificação.

Mas, em Setúbal, foram ultrapassados todos os limites do aceitável, com declarações exacerbadas e deslocadas de ambas as partes, ainda que, louve-se o facto, sem o contributo daqueles que são, verdadeiramente, os grandes artífices do jogo.

De facto, os jogadores foram os únicos que estiveram bem por detrás deste cenário que deixou à vista mais uma série de acontecimentos deprimentes, que em nada prestigiam um futebol que cada vez mais se degrada a si próprio.

Vem aí mais um dérbi-clássico e as nuvens poderão continuar carregadas no horizonte. Na situação em que o futebol português se encontra já não parece possível nem legítimo aguardar qualquer coisa de bom.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.