|
A+ / A-

Hyundai Ioniq EV – Ecologicamente racional

08 jan, 2020 - 17:36 • José Carlos Silva

Com uma autonomia superior a 300 quilómetros, o Ionic EV tem uma bateria de iões de Lítio capaz de carregar a 80 por cento em menos de uma hora.

A+ / A-

A Hyundai tem mostrado ao longo dos últimos anos que é mais do que um mero concorrente no mercado dos veículos eléctricos. A Hyundai tem várias viaturas consideras ecológicas e leva a sério a aposta na electrificação. O Ioniq EV é apenas um deles.

Exterior

Pode nem ser o carro mais lindo do mundo, mas o design “clean” ninguém lhe tira. Nas linhas exteriores sobressaem as luzes diurnas, encaixadas no lugar onde os carros a combustível fóssil têm normalmente entradas de ar.

A tampa da mala apresenta um spoiler muito ligeiro a unir os grupos luminosos traseiros.

Interior

O volante é plano na parte de baixo, com boa visibilidade para o quadrante que contem as várias informações necessárias num lcd a cores de 7”. Naturalmente que há outro ecrã no centro do tablier. A peça do tablier não apresenta recortes e de novo, tem um design “clean” sem grandes artifícios. Os bancos são confortáveis e nos lugares de trás seguem bem dois passageiros adultos, e mais um, de preferência, uma criança no banco do meio.

Motor

O esperado num motor eléctrico: Zero emissões poluentes. Autonomia: Boa, mas a própria Hyundai tem melhor. Prestações: 136 cavalos, velocidade máxima de 165 quilómetros por hora.

A emoção fica no balanço entre o que apetece ao pé do condutor, e aos quilómetros que pode percorrer até chegar a um posto de carregamento.

Conclusão: Uma aposta válida para quem quer um carro eléctrico e está disponível para nele gastar os 41.000 Euros da versão ensaiada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.