|
A+ / A-

Universidade ​Católica recebe especialistas internacionais para debater os media e a incerteza

07 jan, 2020 - 17:41 • Manuela Pires

A verdade e os princípios éticos, a era digital e os seus riscos e as “fake news” são outros temas para discussão na segunda edição da Winter School.

A+ / A-

A segunda edição da Winter School decorre até dia 11 de janeiro, na Universidade Católica Portuguesa (UCP), em Lisboa, e conta com a participação de 70 estudantes de doutoramento e investigadores de cerca de 20 nacionalidades diferentes. O tema deste ano é “Os media e a incerteza”.

A ideia é criar um espaço de discussão global sobre temas da área da comunicação. Na primeira edição, em 2019, o tema foi “Media e populismo”. Este ano, os especialistas internacionais vão discutir “os media e a incerteza”.

Nelson Ribeiro, director da Faculdade de Ciências Humanas da UCP, revela à Renascença que a Winter School vai “abordar também a própria incerteza em que os media estão mergulhados devido à mudança das formas de financiamento”. E a forma como isso afeta o jornalismo que se faz hoje em dia, “porque é algo que deve preocupar qualquer democracia”, refere Nelson Ribeiro.

Ao longo de quatro dias, a Winter School for the Study of Communication vai também discutir a forma como os media fazem notícia dessa própria incerteza.

Este evento resulta de uma parceria com a Annenberg School for Communication, da Universidade da Pensilvânia, a London School os Economics as Political Science, a Chinese Univerity of Hong Kong e a Universidade de Helsínquia.

A verdade e os princípios éticos, a era digital e os seus riscos e as “fake news” são outros temas para discussão. Mas há também espaço para o autoritarismo como ameaça à democracia, uma conferência que vai ser dada por Fathali Moghaddam, professor iraniano de Psicologia, na Universidade de Georgetown.

Nelson Ribeiro escolheu este professor porque vai contar “como é que nós vivemos num momento em que temos uma viragem autoritária na política, mesmo nos regimes democráticos”.

“Basta pensar nos três mais países mais populosos do mundo. Os Estados Unidos, o Brasil e as Filipinas têm presidentes que têm uma visão autoritária da política”, sublinha o director da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa.

O último dia da Winter School vai ficar marcado pela apresentação de Victor Pickard, professor da Universidade da Pensilvânia, que vai responder à pergunta: “O Jornalismo tem futuro?”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.