|
A+ / A-

Afinal, quando é que termina a década?

27 dez, 2019 - 17:20 • André Rodrigues , Rui Barros

É uma questão de números, mas até é fácil de perceber. Tem tudo a ver com o ano em que se começa a contar.

A+ / A-

Com a chegada de 2020, deve ter visto pela imprensa, redes sociais e um outro sem número de lugares vários trabalhos de resumo da década.

E, como é já tradição quando o ano termina no algarismo 9, a dúvida voltou a surgir: Afinal quando é que termina a década?

À primeira vista parece mais lógico que as décadas comecem nos “anos redondos” - as décadas são períodos de dez anos e, por isso, parece natural que o dia 1 de janeiro de 1980 marque o início dos anos oitenta. No entanto, se queremos ser exatos, é no ano terminado em um que realmente começa a década.

A explicação é simples: tem tudo a ver com a forma como contamos os anos. Por mais contra-intuitivo que possa parecer, é tudo uma consequência do sistema moderno de cálculo do tempo. Uma grande parte do mundo ocidental utiliza o calendário gregoriano: um calendário estabelecido pelo Papa Gregório XII em 1582 e que trata o nascimento de Jesus Cristo como ano 1.

Significa isto que saltamos do ano 1 A.C. imediatamente para o ano um do primeiro milénio. Com o fim do ano 1, segue-se o ano dois e por aí adiante até ao ano 10. Por isso, todas as décadas começam nos anos 1 e terminam no final dos anos que terminam em zero. Matematicamente, estamos na década que começou no ano de 2011 e que termina em 2020.

Assim, se quiser efetivamente festejar a passagem de mais uma década, vai ter de esperar por 31 de dezembro de 2020. Se quiser festejar o adeus ao algarismo um no algarismo das dezenas do ano em que está, também pode. Afinal de contas, agora só em 3010 é que o volta a ver lá.

E, como sabemos que em 2029 vai voltar a ter esta dúvida, guarde este link. Servirá certamente de tira-teimas numa discussão com os amigos daqui a dez anos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ADISAN
    30 dez, 2019 Mealhada 19:36
    Devo dizer categoricamente que não me identifico com esta forma de fazer contas. Para mim, Jesus Cristo. tal como os seres humanos comuns, completou um ano de vida precisamente um ano depois de nascer e 10 amos quando terminou o ano IX e entrou no X Portanto é lógico que, ao entrar no X, entrou numa nova década. E assim por diante, ano por ano, década por década, milénio por milénio. Podem enfiar o "barrete" a quem o aceitar, mas a mim não serve.