|
A+ / A-

Cabo Verde

Fuzileiro português e dois cabo-verdianos sofrem ferimentos ligeiros durante exercício

05 dez, 2019 - 00:47 • Lusa

Militares foram atingidos pela explosão de uma microcarga durante um exercício.

A+ / A-

Um fuzileiro português e dois cabo-verdianos sofreram na quarta-feira ferimentos ligeiros com uma microcarga explosiva durante um exercício na cidade da Praia, em Cabo Verde, anunciou a Marinha Portuguesa.

Segundo um comunicado da Marinha, durante a realização de um exercício, que ocorreu às 17h00 locais (18h00 em Lisboa), uma das microcargas explosivas utilizadas para criar um cenário tático não deflagrou quando foi acionada remotamente.

Após a conclusão do exercício e ultrapassado o "período de segurança previsto para este tipo de anomalia", a equipa que preparou o cenário tático "seguiu os procedimentos no sentido de verificar e identificar eventual interrupção no circuito de fogo".

"Durante essa verificação, a microcarga que estava enterrada no solo acabou por deflagrar, projetar areia e pequenas pedras, tendo atingido um fuzileiro português e dois fuzileiros cabo-verdianos, causando ferimentos ligeiros", refere o documento.

Os três militares foram conduzidos ao hospital da cidade da Praia e estão em observação.

O exercício decorreu durante o Curso de Formação de Fuzileiros Navais da Guarda Costeira de Cabo Verde, na cidade da Praia (ilha da Santiago), no âmbito da cooperação no domínio da defesa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.