|
A+ / A-

Taça da Liga

Benfica atira-se à "arbitragem lastimável" na Covilhã

04 dez, 2019 - 14:59 • Redação

Águias recordam erros de Rui Oliveira noutros jogos, em favor do rival FC Porto.

A+ / A-

O Benfica deixou duras críticas à árbitragem de Rui Oliveira, no empate a contar para a Taça da Liga, na Covilhã. Na "newsletter" do clube, as águias reconhecem a justiça do resultado, mas apontam os erros de arbitragem.

"Sem desprimor para a justiça do resultado, para a qualidade, mérito e empenho da equipa do Covilhã ou o reconhecimento da exibição menos positiva da nossa equipa, cabe-nos, infelizmente, ter de referir a arbitragem lastimável de Rui Oliveira. É incompreensível que a falta para grande penalidade, cometida sobre Raúl de Tomás na primeira parte, não tenha sido assinalada. Houve diversos lances mal ajuizados e o mais caricato ocorreu nos últimos minutos da partida, com um livre potencialmente perigoso à entrada da área do Covilhã transformado em livre contra o Benfica", pode ler-se.

O clube deixou ainda críticas a Rui Oliveira sobre o seu desempenho em partidas do FC Porto, com decisões a favor dos dragões.

"Dias e noites infelizes todos temos, mas há uns que têm mais que outros e Rui Oliveira parece ser um desses. Basta relembrar que, sentado no conforto de uma cadeira enquanto VAR, certa vez não viu uma grande penalidade favorável ao Santa Clara e noutra ocasião promoveu a reversão de uma boa decisão - um fora de jogo bem assinalado - que penalizou o Feirense, concedendo um golo ilegal ao adversário. Coincidentemente, ambos os erros ocorreram no Dragão, favorecendo a equipa da casa", termina.

O Benfica empatou a uma bola em casa do Sporting da Covilhã e tem a qualificação em risco na Taça da Liga.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    05 dez, 2019 Trofa 15:19
    Tenham vergonha e portem-se como profissionais, não atirem culpas para quem não tem culpa. Sejam profissionais, é o que se pede