"Vai para casa coser meias". A história das primeiras mulheres na PSP

29 nov, 2019 - 17:22 • Ana Rodrigues , Joana Bourgard

A PSP foi a primeira força de segurança a admitir mulheres no corpo de efetivos. Maria dos Anjos Felicidade e Cristina Chaparro foram duas das 229 mulheres a ocupar o lugar que até então pertenciam apenas aos homens.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.