|
A+ / A-

Acidentes condicionaram IC19 durante duas horas

02 dez, 2019 - 17:23 • Agência Lusa

De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, estiveram envolvidas três viaturas em cada um dos acidentes.

A+ / A-

A circulação de trânsito no Itinerário Complementar (IC) 19 no sentido Sintra-Lisboa encontra-se normalizada desde as 18h20, após ter estado condicionada durante cerca de duas horas devido a dois acidentes, avançou à Lusa fonte da Infraestruturas de Portugal (IP).

Segundo o centro de controlo de tráfego da IP, empresa concessionária do IC19, os condicionamentos de trânsito no sentido Sintra-Lisboa, que limitaram a circulação apenas à berma da estrada, "estão resolvidos" desde cerca das 18h20.

De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da Polícia de Segurança Pública (PSP), estiveram envolvidas três viaturas em cada um dos acidentes.

A informação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), disponibilizada na Internet, indica que o primeiro acidente ocorreu às 15h39, na localidade de Queluz, concelho de Sintra, mobilizando 12 operacionais e cinco veículos.

Neste caso, uma pessoa ficou encarcerada devido ao capotamento de um veículo ligeiro, mas duas pessoas tiveram de ser assistidas no local, adiantou fonte dos Bombeiros Voluntários de Queluz.

A segunda colisão rodoviária, "muito próxima" da primeira, aconteceu também em Queluz, cerca das 16:00, tendo mobilizado 10 operacionais e quatro veículos, da qual resultou um ferido grave, que foi transportado para o Hospital de Santa Maria, e um ferido ligeiro, que foi encaminhado para o Hospital São Francisco Xavier, ambos em unidades hospitalares em Lisboa, informaram os Bombeiros Voluntários de Queluz.

[notícia atualizada às 19h00]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.