Ilhas Canárias

Embarcação com 24 migrantes socorrida por banhistas na Grande Canária

29 nov, 2019 - 21:47 • Sofia Freitas Moreira (edição) Reuters (imagens)

24 migrantes desembarcaram na praia de Águila, na Grã-Canária, esta sexta-feira. Vindos do continente africano, foram socorridos por alguns banhistas que se encontravam no local. Os migrantes estiveram durante cinco dias no Atlântico, antes de conseguirem dar à costa. A embarcação, onde viajava um grupo de seis menores, 10 homens e oito mulheres – duas delas grávidas – alcançou a praia por meios próprios.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Reportagem
Eu Eleitor hyper

Eu, eleitor

Retratos do país que vota

Que país é este que vai às urnas? Até às eleições legislativas, a Renascença apresenta retratos de 18 eleitores dos círculos eleitorais de Portugal continental, olhando as características e dificuldades de cada distrito.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Amora Bruegas
    07 dez, 2019 Tomar 15:28
    Creio que o meu anterior comentário foi censurado... assim se vê o espírito honesto e democrata que anima uma rádio que se diz católica, mas que está subjugada ao marxismo cultural, ao hedonismo da ONU. Insisto. Se querem ajudar essa gente, porque é que não vão para Áfica, acabar com as guerras e fomentar planos de desenvolvimento local. Desta forma, melhoram a vida destas vítimas do tráfico marxista cultural e ajudam todos os que ficaram na sua terra.